28/06/19 | 15:26
Merendeiras que atuam em escolas municipais participam de capacitação sobre boas práticas na cozinha

Aproximadamente 1 mil merendeiras das escolas municipais da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram, durante esta semana, da 2ª edição da Capacitação de Boas Práticas na Cozinha. Organizada pela empresa PRI Apoio, responsável das merendeiras e serviços gerais na rede municipal de ensino, a formação encerrou nesta sexta-feira, 28/06, no auditório da Escola Municipal Sabá Raposo, bairro Monte das Oliveiras, zona Norte. O encontro foi realizado em vários polos, em unidades de ensino, nas diversas zonas geográficas da cidade.

Para melhorar a qualidade da manipulação e outros fatores que fazem parte da merenda escolar, a empresa PRI Apoio firmou uma parceria com a Divisão de Alimentação Escolar (DAE), da Subsecretaria de Infraestrutura e Logística (Infralog) da Semed, que trabalhou junto com a empresa no material da capacitação.

Na oportunidade, as merendeiras puderam aprender sobre conceito de merendeiras escolar e suas funções; conceito de microorganismos e condições de multiplicação; boas práticas de fabricação; armazenamento; identificação de produtos; a importância da higienização das mãos, entre outros assuntos. Ao final, todas as profissionais receberam um certificado de participação.

A técnica de segurança do trabalho da PRI Apoio e responsável pela equipe de nutricionistas da empresa, Danielle Melo Borges, destacou as visitas que são realizadas nas escolas municipais. Para ela, é importante a formação, pois a empresa se preocupa com a qualidade da merenda escolar.

“Nós convidamos não somente as merendeiras para participar, mas também os gestores das escolas para eles terem esse mesmo conhecimento, enfim, conversar a mesma língua, com o aval da própria logística da Semed. Todas estão sendo não só capacitadas, mas adquirindo conhecimento para colocar em prática uma excelência de mão de obra na merenda escolar”, disse.

Para chefe da Divisão de Alimentação Escolar (DAE) da Semed, Giselle Aguiar, é importante a preocupação da empresa com as manipuladoras. Segundo ela, a divisão firmou essa parceria para contribuir e unir esforços em prol de uma alimentação saudável para alunos da rede municipal de ensino.

“Essa formação está vinculada ao projeto que a divisão já desenvolve sobre alimentação saudável, de buscar os melhores resultados, aceitação na preparação dos alimentos do cardápio, entre outros”, comentou.

O vice-presidente do Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CAE/Manaus), Marcus Libório de Lima, fez questão de acompanhar a capacitação. De acordo com ele, o conselho é um órgão de controle social que presta esse serviço com relação à merenda escolar nas escolas do município de Manaus.

“O conselho tem um papel fundamental nessa questão da alimentação escolar. Nós estamos acompanhando essa formação, representando o conselho, junto com a Semed e a empresa que presta serviço”, contou.

Há quase dois anos trabalhando como merendeira, Cláudia Caldas de Barros, da Creche Municipal Maria do Perpétuo Socorro, na Comunidade Águas Claras, bairro Novo Aleixo, zona Centro-Sul, participou ano passado da primeira formação. Para ela, é um oportunidade muito grande de adquirir mais conhecimentos sobre a temática.

“Essa formação é muito importante para nós, como profissionais, e acrescenta muito. Aprendemos novas técnicas de manipulação, armazenagem de produtos, consequentemente, isso ajuda nossos alunos que vão comer uma alimentação bem manipulada e saudável”, disse.

Texto e Fotos: Paulo Rogério Veiga

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054