17/01/11 | 15:45
Matrículas: venda de lugar na fila será coibida

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), volta a orientar os pais e responsáveis pela matrícula de alunos na rede municipal de ensino que não é necessário ficar em filas para assegurar a vaga. O alerta é em função das denúncias de que, em algumas escolas, pessoas estão chegando aos locais de matrícula com um dia de antecedência para, posteriormente, vender o local privilegiado por valores que chegam a R$ 50.

“Nós já orientamos nossos funcionários para que todos fiquem alertas para este tipo de atitude. Não é preciso fazer filas porque a Prefeitura tem vagas suficientes para atender a demanda. Não vamos permitir essa prática. Quem comprar lugar em filas não será privilegiado, pois nós vamos respeitar a ordem das pessoas que chegaram primeiro, e não daquelas que compraram o lugar”, informou o secretário municipal de Educação, Mauro Lippi.

Durante a tarde desta segunda-feira (17), por exemplo, pessoas começaram a colocar cadeiras na frente da Escola Municipal Deputado Ulisses Guimarães, no Conjunto Amazonino Mendes, zona Leste. A intenção era vender os lugares privilegiados para os pais interessados em matricular seus filhos nesta terça-feira (18).  “Ninguém tem que pagar para estudar, nem para se matricular, muito menos para ter lugar em fila”, destacou o secretário.

Assessoria de Imprensa – Semed

Dante Graça