24/11/14 | 10:48
“Manaus entrará na linha de frente da Educação”, garante prefeito

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, iniciou, nesta quarta-feira, 19, a visitação de todas as escolas que fazem parte da rede municipal. “Até o final do meu governo, Manaus entrará na linha de frente da Educação ficando entre as 10 e, quem sabe, até entre as cinco melhores colocações no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)”, afirmou Arthur, durante encontro com os alunos e gestores da Escola Municipal Waldir Garcia, no bairro São Geraldo, zona Centro-Sul.

 

A unidade foi escolhida para ser a primeira do calendário de visitas por ser a que mais cresceu, no Amazonas, no Ideb 2014, saindo de 4,4 para 5,8. “Aqui percebemos que precisamos melhorar a questão do fardamento, mas, de modo geral, vemos um corpo docente muito bom. O que queremos é que esse exemplo seja seguido pelas demais escolas, ao mesmo tempo em que também cuidaremos do que for preciso para oferecer totais condições para o desenvolvimento dos nossos alunos”, explicou o prefeito.

 

O Ideb é realizado desde 2007, mas foi na gestão do prefeito Arthur Neto que Manaus atingiu, pela primeira vez, a meta do Ministério da Educação (MEC). Nos anos inicias (do 1o ao 5o ano do Ensino Fundamental), a cidade alcançou a nota de 4,6, subindo da 20a para a 13a posição entre as capitais do Brasil. Já nos anos finais (do 6o ao 9o ano do Ensino Fundamental), Manaus saiu da nota 3,1 para 3,4 e passou da 20a para a 17a posição entre as capitais.

 

De acordo com o secretário municipal de Educação (Semed), Humberto Michiles, a rede municipal conta com 506 escolas, nas áreas urbana e rural, reunindo cerca de 227 mil alunos matriculados. “Essa ação tem um peso simbólico muito importante porque mostra a preocupação da atual gestão com a qualidade do ensino. A presença do prefeito na escola transmite aos funcionários, pais e alunos, a importância que temos dado as nossas ações pedagógicas”, destacou.

 

Gestão de sucesso

A Escola Municipal Waldir Garcia faz parte do programa + Educação, oferecendo ensino em tempo integral para mais de 200 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Outro diferencial da escola é o ensino regular de crianças com deficiência, além de contar com o maior número de alunos haitianos da rede municipal.

 

A unidade tem nove salas de aula, além de Telecentro, biblioteca, sala multimídia e reforço escolar. Para a diretora da unidade, Lúcia Cristina Cortês, quando a administração pública faz a sua parte, o educador só precisa fazer o seu papel de ensinar.

 

“A gente mostra que os investimentos feitos na educação, como a melhoria na infraestrutura dos prédios e a implantação dos sistemas Aprende Brasil, Aprimora e UCA – Um Computador por Aluno – entre outros, fez com que acelerássemos a nossa meta do Ideb prevista para 2018. Agora, queremos mais. A nota de 5,8 para gente ainda é pouco e queremos, em 2015, chegar a 7,0”, disse a diretora.

 

REPORTAGEM: Alita Falcão/Semcom / FOTOS: Lton Santos/Semed