26/11/18 | 9:36
‘Manaus: Educação Campeã’ presta homenagem a professores e escolas destaques no Ideb 2017

Sorrisos, lágrimas, agradecimentos e sentimento de dever cumprido marcaram a noite desta sexta-feira, 23/11, em que professores e escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed) foram homenageados pelo excelente resultado alcançado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017, que colocou Manaus entre as 10 melhores capitais do Brasil. A cerimonia aconteceu no Auditório Eulálio Chaves, localizado na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), zona Leste.

A solenidade, que recebeu o nome de “Manaus: Educação Campeã”, entregou 109 placas de Honra ao Mérito a educadores e escolas de Ensino Fundamental (Anos Finais e Iniciais). Receberam a homenagem as unidades que alcançaram a maior nota no Ideb 2017, por Divisão Distrital Zonal (DDZ), e 67 professores de português e matemática de escolas que alcançaram resultados exitosos no índice, bem como as unidades de ensino que mais conseguiram crescer nos resultados de 2017, quando comparados com 2015.

A secretária da Semed, Kátia Schweickardt, participou do evento acompanhada dos subsecretários de Gestão Educacional, Euzeni Araújo, de Administração e Finanças, Bruno Guimarães, Infraestrutura e Logística, Darcelo Cavalcante, e de diretores de departamentos da Semed, bem como chefes de divisões, que também foram homenageados.

Para a secretária, a homenagem não é apenas importante para Semed, mas também para cidade de Manaus, que está sendo reconhecida nacionalmente pelo trabalho desenvolvido na educação, que saiu da 23ª colocação no Ideb antes da gestão do prefeito Arthur Neto. “Nós enfrentamos muitas dificuldades nos últimos anos, durante a grande crise financeira que o país passou e, ainda assim, nós não regredimos e sim crescemos. Colocamos Manaus em 9º lugar no Ideb. Isso nos orgulha muito e nada melhor do que homenagear os verdadeiros protagonistas desses resultados, os nossos professores, que acreditam no valor da educação”, explicou Kátia.

Com ações de incentivo à leitura, trabalho de combate ao abandono, ao reforço escolar e à participação da família no processo de ensino e aprendizagem, a Semed não apenas obteve elevação nos resultados referentes a 2017, como Manaus é a segunda capital brasileira que mais avançou na educação básica nos últimos 6 anos, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Nacionais Anísio Teixeira (Inep), do MEC.
Esses números também representam o resultado dos investimentos feitos pela Prefeitura de Manaus, visando sempre a qualidade do processo de ensino e aprendizagem dos alunos e a valorização dos educadores.
As escolas municipais José Carlos Mestrinho, Conjunto Vila Amazonas, zona Centro-Sul, e Professora Léa Alencar Antony, na Cidade Nova, zona Norte, obtiveram o maior índice da rede municipal de ensino, com a nota de 8,1 no Ideb.
De acordo com a gestora da José Carlos Mestrinho, Conceição Aguiar, o segredo do sucesso foi o trabalho da equipe pedagógica em conjunto com a família dos 354 alunos. “Antes de qualquer coisa, nós procuramos identificar as dificuldades dos nossos alunos, nós trabalhamos em coletivo com os professores e familiares. Nós organizamos mutirões e simulados de estudos aos sábados e ainda reforço de Matemática e Português, que aconteciam todos os dias”, comentou Conceição.
Na Léa Alencar Antony, também não foi diferente, a dedicação dos professores e o apoio da equipe pedagógica foram os grandes aliados para o sucesso. “Durante todo o ano letivo, nós desenvolvemos atividades em que os alunos pudessem desenvolver suas habilidades e competências, trabalhando os descritores. O empenho das crianças, o apoio da direção e equipe pedagógica da escola, e dos familiares fizeram com que a gente alcançasse essa nota. Nosso objetivo é permanecer nessa colocação e em 2019 teremos mais trabalho”, falou a professora do 5º ano, Alinne Carvalho.

Já a Escola Municipal Professora Francisca Pereira de Araújo, no bairro Parque das Nações, obteve o maior índice (nota 6,5) dentre as unidades que atuam com os Anos Finais. Para o diretor da unidade, Genivaldo Lacerda, é muito importante promover atividades que motivem os alunos a se dedicarem mais aos estudos. “São quatro anos de um trabalho intenso. Nós não nos dedicamos apenas nos anos que acontecem a Prova Brasil. A preparação começa no 6º ano, logo que o aluno entra na escola e no dia da prova ele já está pronto. Toda a equipe está organizada para isso e contamos muito com o apoio dos pais”, explicou.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Luiz Eduardo Cruz/ Semed e Nathalie Brasil/ Semcom

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054