17/10/17 | 14:55
Manaus atinge metas e compromisso com Unicef é renovado até 2020

Na manhã desta terça-feira, 17/10, gestores das secretarias municipais Educação (Semed), Saúde (Semsa) e da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) e coordenadores do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Uunicef) se reuniram no Auditório Zany dos Reis, da Câmara Municipal de Manaus (CMM), zona Oeste de Manaus, para planejar as novas ações do 3º ciclo da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) e assinar o Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Manaus e o Unicef até o ano de 2020.

A PCU é uma contribuição do Unicef e parceiros na busca de um modelo de desenvolvimento inclusivo das grandes cidades, que reduza as desigualdades que afetam a vida das crianças e adolescentes, visando garantir a cada um deles maior e melhor acesso à educação de qualidade, saúde, proteção e oportunidades de participação.

Dez capitais do Brasil participam da 3ª edição da Plataforma. Em Manaus, que é uma das integrantes desde a 2ª edição, foram estipulados 10 indicadores que garantem os direitos de crianças e adolescentes.

Para a Secretaria Municipal de Educação (Semed), quatro indicadores foram estabelecidos e três foram alcançados: a taxa de distorção de idade-ano no Ensino Fundamental, a inclusão das crianças de 4 a 5 anos nas escolas de Educação Infantil, alcançar ou ultrapassar a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A única meta que segue para ser atingida no próximo ciclo é a construção de quadras poliesportivas nas escolas de Ensino Fundamental.

“Os indicadores estabelecidos pelo Unicef nos ajudam a enxergar os avanços alcançados na educação, visto que o mundo passa por fatores que impactam negativamente na educação, como a pobreza, e onde o poder público precisa atuar de forma significativa para mudar o quadro em que vivemos”, destacou a subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Euzeni Trajano.

Segundo o secretário da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Elias Emanuel, não somente as secretarias da Saúde e Educação estão envolvidas na Plataforma. Ele enfatizou que há todo um trabalho coordenado com outros órgãos e parceiros. O gestou destacou, ainda, a importância dos avanços alcançados na capital amazonense. “Nos últimos anos em que Manaus foi acompanhada pelo PCU, nós conseguimos resultados consideráveis na educação e saúde, com planos ousados que buscam acabar com a desigualdade social para as nossas crianças e adolescentes”, disse Elias.

Para a coordenadora Nacional da Unicef, Luciana Phebo, a parceria com os órgãos municipais e estaduais é uma forma de garantir os direitos das crianças e adolescentes, principalmente, aqueles que têm os direitos violados. “Nós sabemos que nos centros urbanos e nas capitais brasileiras crianças vivem de formas diferentes. Muitas têm os seus direitos violados, que são o direito à educação, o bebê que morre antes de completar um mês de vida e os adolescentes que estão sendo assassinados. Por esse motivo, a Unicef se preocupa com o cidadão mais vulnerável e o projeto só pode ser realizado com a parceria dos órgãos municipais e estaduais”, afirmou Luciana.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Taianna Castro/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054