15/03/16 | 15:51
Mais de 14 mil alunos são atendidos pelo Centro Sociopsicopedagógico Polo 3 no último triênio

RA - 15-03-16 - SEMED (1)Mais de 14 mil alunos das escolas localizadas na zona Leste de Manaus, foram atendidos pelo Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp), Polo 3, no último triênio (2013 a 2015), de acordo com informações divulgadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Os dados fazem parte do balanço apresentado na manhã desta terça-feira, 15, à secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, durante reunião no centro, localizado na zona Leste de Manaus.

O Cemasp atua no combate à evasão escolar com atendimento interdisciplinar, feito de acordo com a solicitação da unidade de ensino por uma ficha de encaminhamento, que visa prevenir o abandono do aluno da escola.

A outra forma de atendimento é pela Ficha de Comunicação do Aluno Infrequente (Ficai), quando o estudante já abandonou a escola e precisa ser resgatado pela equipe multidisciplinar do Cemasp. Em ambos os casos, é detectado o motivo da deficiência do estudante. A metodologia é pioneira nas secretarias de educação do Brasil.

RA - 15-03-16 - SEMED (3)De acordo com a coordenadora do Cemasp, Cecília Otto, em 2013, ano do início das atividades, além do atendimento realizado com 2.487 estudantes, foram feitas 355 visitas domiciliares, onde a equipe observa in loco o porque as crianças não estão indo à escola.

“A visita domiciliar acontece de duas formas: a preventiva, que é quando a criança se ausentou da escola e não apresenta nenhum atestado médico ou motivo da ausência, e também por meio da Ficai. Esse trabalho é algo inovador. O que nós sabemos sobre a política de evasão escolar no Brasil é que a nossa secretaria é a única que faz atendimento presencial”, adiantou. De acordo com ela, em capitais como São Paulo e Fortaleza, por exemplo, há uma conversa via telefone com a família, enquanto em Manaus, a equipe vai até a casa do aluno.

Em 2014, o Centro ampliou o atendimento para 6.660 crianças, com 638 visitas domiciliares e palestras de prevenção para mais de 40 mil pessoas, entre alunos, pais e professores. No ano passado, foram realizados 5.054 atendimentos. Para 2016, a expectativa é alcançar pelo menos 7 mil atendimentos, visto que o Cemasp irá se mudar para um prédio mais amplo, que possibilitará uma melhor organização do trabalho.

“Nossa expectativa é de mudarmos nos próximos 30 dias e como nossa demanda é ocasionada conforme solicitação da escola, queremos, em 2016, ir até as escolas que por algum motivo nunca fizeram nenhuma solicitação nesses últimos três anos”, destacou Cecília.

A equipe do Cemasp Polo 3 é composta por 24 profissionais, entre assistentes sociais, psicólogos, psicopedagogos, pedagogos e uma fonoaudióloga.

 

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054