21/08/13 | 11:29
Jogos Adaptados André Vidal reúnem mais de mil participantes

A 2ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas) teve início na terça-feira, 20, com disputas nas atividades da bocha, natação e Jogos Adaptados. As disputas ocorreram na sede da Apae, quadra da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo e Ginásio Ninimbergue Guerra.

O Jaavas é uma realização da Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Gerência de Educação Especial da Secretaria. Os Jogos acontecerão no período entre 19 a 25 de agosto. Os participantes são pessoas com deficiência Intelectual, síndrome de autismo, deficiente visual, deficiente auditivo e paralisia cerebral que fazem parte da rede municipal de ensino ou de entidades filantrópicas como APAE e Instituto Felipe Smaldone.

A quadra da escola André Vidal de Araújo foi palco dos jogos adaptados e natação. Mais de 600 alunos das variadasinstituições de ensino municipal, estadual ou particular participaram das provas. Do município foram cerca de 400 alunos de diversas escolas municipais que atendem alunos especiais.

Para a coordenadora geral do Jaavas, professora de educação física, Shirley Amaral, o evento é importante para a coordenação motora, autoestima, além de envolver os pais dos alunos que fazem questão de acompanhar de perto a participação de seus filhos.

“A participação dos pais no envolvimento das crianças é de suma importância para que a inclusão aconteça. Todos os jogos foram pensados, em primeiro lugar, na inclusão e interação das crianças. Dessa maneira, a criança mostra à sociedade do que é capaz. Esse é o nosso maior objetivo”, conta Shirley.

Marilza Ferreira de Paiva, 54, mãe do aluno com paralisia cerebral, Abraão de Paiva Neves, 23, disse que as atividades de jogos adaptados e a bocha, são os momentos de interação de seu filho com outros alunos. “Esses jogos são ótimos, pois desenvolvem a criança. A ideia foi muito boa e esta é a segunda vez que ele participa”, comentou.

Dentre as muitas atividades que deixaram pais e alunos animados, as competições de natação e futsal, na tarde desta terça-feira, foi uma das mais empolgantes. Cerca de 74 atletas portadores de Deficiência Intelectual (DI)  e surdez caíram na piscina, mas no Jaavas a competição é inclusiva, todos sobem ao pódio para o recebimento de medalha de ouro e certificação. Não existe classificação em bronze e prata, pois todos são vencedores.

Na competição de futsal 12 equipes estão na disputa, onde o mais importante é competir e, com esse espírito, o Jaavas recebe 34 atletas portadores de deficiências vindos do município de Iranduba para participação na modalidade de futsal. Os atletas vêm e voltam todos os dias para o município de origem, estes estão recebendo apoio da Semed para a alimentação.

Para fechar a 2ª edição do Jaavas, 1.000 pessoas, estão inscritas para a 1ª Corrida Rústica “Abrace uma pessoa com deficiência”, no dia 25 de agosto, às 8h, cujo o objetivo é estimular a prática esportiva na cidade e chamar atenção para a inclusão social de pessoas que tenham deficiência. A largada será no Centro de Municipal de Educação Especial (CMEE).