06/10/11 | 17:19
III Mostra de Livros Infantis do CMEI Renata Holanda

Obras de arte que retratam os contos e histórias infantis foram apresentados nessa quinta-feira, (6), na III Mostra de Livros Infantis, por alunos da Educação Infantil (4 e 5 anos) do CMEI Renata Holanda localizada na Rua H, s/n, Bairro Novo, Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

A ação faz parte do Projeto “Quem conta um conto encanta” e tem como objetivo incitar nos alunos o gosto  pela leitura  utilizando como  estratégia principal  o conto de histórias infantis , além de desenvolver a oralidade, comunicação, raciocínio, expressão corporal e artística e ainda a construção de uma aprendizagem prazerosa e significativa.

Pais, alunos e professores vivenciaram uma manhã diferenciada em seu cotidiano por meio de atividades de contação de histórias, desfile de cada historinha trabalhada em sala de aula, recital, brincadeira de roda, reconto e a  entrega dos livros produzidos pelos alunos.

Cada sala de aula tem trabalhado durante todo o ano, uma história infantil e a sua moral mostrando valores e ensinamentos aos alunos.

Na sala do 2° ano, da professora Mariele Brito Moreira, a história trabalhada –  O  Reino  das Borboletas Brancas ensina sobre inclusão social e a diversidade cultural. Ela explica que as crianças aprendem com muito mais facilidade dessa forma.

“Os versos da história são trabalhadas de várias formas explorando a construção de palavras e os ensinamentos de inclusão social. Inicio com a história do Brasil mostrando a diversidade cultural do nosso país que apresenta as figuras do índio e do negro, formando dessa a miscigenação e a constituição do povo brasileiro em uma linguagem acessível para a faixa etária deles. Atividades de reconto da história, pintura, recorte, colagem e produção de desenhos são realizados também nesse processo”, destacou a professora.

De acordo com a Pedagoga, Greice Santos, o resultado do trabalho em equipe é visível de maneira interna e externa. “Vemos o resultado interno por meio do desenvolvimento da oralidade, raciocínio lógico e expressão dos alunos, e externamente por meio do seu comportamento na família. Eles contagiam os pais com a alegria de aprender e os  familiares passam a participar de maneira efetiva na escola”, disse a pedagoga.

A aluna do 1° período, Flávia Ferreira, 4, recitou uma poesia sobre a história desenvolvida em sua aula – Timóteo e o passarinho. “Aprendi com a história que devemos cuidar da natureza. O Timóteo vai para o sítio da avó e aprende a gostar de muitas coisas que não conhecia na cidade”, disse a aluna.

Para a mãe do aluno, Henrique Lima, 5, Elissandra Mesquita, 28,  a escola desenvolve um ótimo trabalho na aprendizagem dos alunos.

“Temos prazer em deixar nossos filhos aqui na escola porque sabemos que é uma das melhores escolas. Meu filho está se transformando a cada dia em uma pessoa melhor. Com a História “O peixinho dourado” aprendi a termos coragem na vida”, ressaltou Mesquita.

A Semana do Livro Infantil dará continuidade até o dia 14 de outubro nas escolas da rede municipal atendendo ao cumprimento da Lei Municipal n° 1.012 de junho de 2006.