03/03/16 | 11:36
Identificação de alunos hiperativos e com déficit de atenção é tema de palestra para servidores de Cemasps da Semed

Palestra sobre Transtorno do Deficit de Atenção e Hiperatividade - Fotos Rodemarques ab (9)Profissionais dos Centros Municipais de Atendimento Sociopedagógico (Cemasp), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), participaram, na noite desta quarta-feira, 2, da palestra ‘Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade’, ministrada pelo médico neuropediatra Francisco Tussolini.

A palestra, que aconteceu no auditório da sede da Semed, no bairro Parque 10, zona Centro-Sul, teve como objetivo orientar os profissionais na identificação de alunos que possuem déficit de atenção e hiperatividade, e saibam trabalhar com essas crianças, para que não sejam prejudicados no desempenho escolar. O Cemasp, além de desenvolver um trabalho de combate ao abandono escolar, também desenvolve um trabalho preventivo que contempla o bem estar psicossocial dos alunos. Realiza, ainda, a orientação familiar e o suporte aos educadores no processo ensino-aprendizagem nas escolas.

Palestra sobre Transtorno do Deficit de Atenção e Hiperatividade - Fotos Rodemarques abreu (1)A chefe da Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage), da Semed, Jussara Marques, destacou que a palestra além de orientar, servirá para os profissionais dos quatro polos do Cemasp desenvolverem ações voltadas para identificação e trabalho com alunos com Déficit de Atenção e Hiperatividade. “Eles (equipes do Cemasp) devem elaborar um plano de ação junto aos professores para identificar os alunos e os procedimentos de como devem agir quando encontrarem mais de um caso na mesma turma”, informou.

Durante a palestra, Tussolini explicou todas as características de uma pessoa hiperativa e como identificar se realmente uma criança possui déficit de atenção. Conforme  a apresentação, o médico enfatizou que é importante alertar os profissionais que trabalham diretamente com os alunos hiperativos, que estes estudantes se trabalhados de forma correta, podem ser bastante talentosos.

Palestra sobre Transtorno do Deficit de Atenção e Hiperatividade - Fotos Rodemarques ab (3) “Nossa ideia é fazer com que se unam família, escola e saúde. A criança hiperativa é uma criança talentosa, inteligente, pode ser tudo na vida, mas é preciso construir esse futuro dela. O hiperativo é um cara maravilhoso, basta saber trabalhar com eles. Trabalhamos para que o professor saiba lidar com a situação, pois se ele souber o que está fazendo, a criança melhora”, destacou o médico.

O Cemasp é formado por uma equipe multidisciplinar que envolve pedagogos, psicólogos, fonoaudiólogos, psicopedagogos e assistentes sociais. Eles são responsáveis em realizar atendimentos individuais e em grupos, assessoramentos as escolas, palestras, visitas domiciliares e orientação familiar. A psicóloga Adriana Ramos ressaltou que as informações adquiridas nas palestras devem ser colocadas em prática no trabalho cotidiano.

“O doutor apresentou um material riquíssimo para nós, que complementa o trabalho que a gente já vem realizando. Vamos continuar reforçando esse tema com os professores, pais e alunos, fortalecendo o trabalho do Cemasp”, destacou.

 

Texto: João Pedro Figueiredo

Fotos: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054