12/05/11 | 17:01
Hortas nas escolas

Alunos aprendem noções sobre plantio de hortaliças e plantas medicinais

Incentivar hábitos alimentares saudáveis é a idéia principal de uma ação que levou nesta quinta-feira,12, até o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Maria do Céu, localizado no conjunto Ajuricaba, técnicos agrônomos da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), para falarem sobre a forma correta de se plantar hortaliças e plantas medicinais.

Através do programa Agenda Ambiental da Secretaria Municipal de Educação (Semed), a escola possui uma horta instalada há cerca de três meses, resultado de uma parceria com a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semuslp), que disponibilizou material para a montagem dos nove canteiros para plantio existentes na escola.

A parceria também envolve a Sempab, que presta o suporte técnico passando o conhecimento sobre o plantio aos professores, alunos e até mesmo para os pais.

O engenheiro agrônomo José Henrique Frota, destacou que ensinar técnicas de plantio para as crianças, estimula o contato com a terra, além dos bons costumes de alimentação. “Eles aprendem de maneira correta e passam a se interessar pela atividade, consequentemente, vão consumir alimentos saudáveis livres de inseticidas ou defensores agrícolas”, ressaltou.

Instruções

As crianças aprendem em sala de aula sobre a forma correta de manuseio das sementes e como plantá-las. Logo em seguida visitam as hortas e partem para a prática, plantando couve, tomate, cebolinha, alface, chicória, coentro e tomate.

Além das hortaliças, são semeadas também plantas medicinais, como o hortelã, capim santo, jambu, babosa, e o boldo. “As crianças aprender a cuidar de uma horta e ainda descobrem o valor medicinal de algumas plantas”, disse o engenheiro agrônomo José Henrique.

Ele disse também que para dar certo, é necessário o interesse direto dos gestores das escolas.

Envolvimento

A diretora do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Maria do Céu, Lucimeire da Rocha Braga, foi que entrou em contato com a Sempab para pudesse ajudar trazendo conhecimento aos professores e colaboradores da escola quanto o plantio de hortaliças e plantas. “A idéia surgiu da equipe docente da escola para incentivar as crianças hábitos saudáveis quanto a alimentação e a preservação do meio ambiente”, contou a gestora.

O servidor da Sempab, José Hugo da Silva, auxilia professores e as

crianças a cuidarem da horta. Ele revelou que é pai de um aluno da escola, e que antes mesmo das hortas serem instaladas, ele na trabalhava voluntariamente no local, além de fazer parte do conselho fiscal da escola.

“É gratificante poder ajudar o CMEI como voluntário e ainda poder trabalhar nesse projeto, colaborando para melhorar a alimentação das crianças”, disse José Hugo sobre seu envolvimento com a escola.

Reforço na alimentação

Apesar do pouco tempo de cultivo de hortaliças na escola Maria do Céu, a couve já passa a reforçar a merenda escolar dos alunos.

A diretora da escola destacou que ao consumir um alimento que plantaram, os alunos acabam incentivando o plantio de hortaliças em suas casas. “Já estamos consumindo a couve na merenda escolar, isso acaba incentivando os pais a fazerem também uma horta em casa”, finalizou.