10/08/17 | 8:49
Gestores escolares se reúnem para compartilhar experiências de sucesso

Mais de 100 gestores de unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed) estiveram presentes, no auditório do órgão, localizado na Avenida Mário Ypiranga, no bairro Parque 10, zona Centro-Sul de Manaus, na tarde desta quarta-feira, 09/8, para um momento de troca de experiências de gestão e apresentação dos 33 Gestores Colaboradores, que atuarão como apoio para as escolas consideradas estratégicas.

A Subsecretária de Gestão Educacional (SSGE) da Semed, Euzeni Trajano, lembrou aos presentes que o ideal não é tentar trabalhar sozinho, mas coletivamente, porque no século XXI a individualidade é uma coisa cada vez menos valorizada. Ela também lembrou que não importa o tamanho da escola, mas sim como os trabalhos são desenvolvidos.

“Nós precisamos melhorar todos nossos processos e há algumas escolas que mesmo sendo estratégicas conseguiram bons avanços em alguns aspectos e outras que precisam desse olhar. Então, esse é um momento onde a gente troca nossas experiências positivas para que possamos melhorar cada vez mais o nosso trabalho, a nossa ação, que é garantir uma educação básica de qualidade e equidade”, continuou a subsecretária.

Ela também apresentou os gestores colaboradores e explicou o motivo das escolhas. “Nós temos aqui um grupo de gestores que foram selecionados para desenvolver esse trabalho, junto com as outras escolas, para dar um suporte maior, para ajudar, para colaborar. Garantir que nossas crianças aprendam, tenham sucesso. Não só é a nota do IDEB que queremos, mas sim que eles tenham proficiência”.

Durante a ação, todos os gestores puderam expor as experiências nas escolas em que atuam. A pedagoga Ineia Simas, da Escola Municipal Waldir Garcia, falou sobre as práticas desenvolvidas na unidade de ensino, que metodologia utiliza para trabalhar com os alunos e fazê-los se sentir inclusos. A unidade já recebeu, em 2017, o prêmio de escola transformadora e concorre ao prêmio Itaú-Unicef sobre educação integral.

“Trabalhos com tutorias que não são reforço escolar, mas uma ferramenta para conhecer melhor os alunos. Os estudantes também participam das decisões na escola através de reuniões que são realizadas todas as semanas. Os pais também são chamados para participar, tanto que alguns também trabalham como tutores. Tudo é feito coletivamente”, finalizou a pedagoga.

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054