13/03/17 | 16:38
Gestores de conselhos escolares participam de formação para novos procedimentos bancários

33040208930_a25fd56460_hGestores presidentes dos Conselhos Escolares das escolas municipais participaram na manhã desta segunda-feira, 13/3, do encontro de formação para novos procedimentos bancários. A atividade, que conta com a presença de 475 gestores de conselhos, acontece até esta terça-feira, 14/3 e faz parte do acordo de cooperação assinado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) com o Banco do Brasil, na última semana, que tem como objetivo normatizar os procedimentos bancários dos conselhos.

Com o acordo, o Banco do Brasil padronizará o atendimento nas agências da cidade referente aos documentos solicitados às escolas municipais para a abertura das contas dos conselhos, reduzindo em 90% a inadimplência dos mesmos com a instituição bancária. O inadimplemento dificulta o recebimento de repasses de recursos federais às unidades escolares.

Também será implantado um gerenciador financeiro, recurso disponibilizado pelo banco, em que os responsáveis pela tesouraria e administração do conselho poderão realizar várias transações como retirada de extratos e transferências, sem que seja necessário ir até a agência física.

Para a chefe da Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage) da Semed, Jussara Marques, o Banco do Brasil vem com uma proposta positiva para toda rede, já que o acordo vai ajudar no procedimento realizado pelos gestores na questão administrativa e contribuir de forma mais eficiente.

“Eles vão orientar passo a passo esse procedimento, de como usar o gerenciador financeiro que vai facilitar muito a operacionalização dos recursos e uma série de situações que favorece, facilita o trabalho do gestor, que pode de fazer as operações da sua própria unidade de ensino, ao invés de ir até a agência”, comentou.

Para gerente de relacionamento do Banco do Brasil, Suelen Ferreira, o encontro com os gestores da rede municipal é fundamental para explicar os procedimentos que eles devem fazer sobre o acordo e realizar um trabalho sem problemas entre a escola e o banco.

“Nosso principal objetivo é esclarecer as principais dúvidas do atendimento com relação à documentação, a alguns pedidos e esclarecer aos gestores atendidos pelas nossas redes de agencias. Nossa meta é padronizar esse atendimento de forma que o conselho seja atendido da mesma forma em qualquer agencia da cidade”, pontuou.

O diretor Fernando Castelo Branco, da Escola Municipal Joaquim Gonzaga Pinheiro, na Vila da Prata, zona Oeste de Manaus, afirmou que o encontro é muito válido. “Essa reunião é fundamental para nós e para os conselhos escolares. Você utilizar o gerenciador para fazer toda transação do conselho é algo bom porque isso agiliza a prestação de conta do gestor, que não precisa ir até ao Banco”.

Conselhos escolares

Por meio dos Conselhos escolares, as escolas ganham autonomia para produzir fardamentos próprios e materiais de apoio, por exemplo. Com a parceria, o objetivo do acordo é desburocratizar e melhorar o atendimento bancário dado aos conselhos e, assim, reduzir a inadimplência que dificulta o recebimento de repasses de recursos federais por parte das unidades escolares.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos / Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054