05/04/21 | 17:17
Estudo ‘CovacManaus’ é ampliado e terceirizados da Semed podem ser imunizados

Servidores terceirizados da Prefeitura de Manaus, que atuam na Secretaria Municipal de Educação (Semed), foram incluídos no estudo “CovacManaus”, que tem como objetivo identificar se a aplicação da vacina CoronaVac, em pessoas com comorbidades, terá impacto na prevenção de formas mais graves da doença. Podem participar do estudo pessoas entre 18 e 49 anos, que possuem comorbidades comprovadas por laudo médico. Esses servidores poderão ser imunizados com as duas doses da vacina CoronaVac, caso preencham os requisitos exigidos.

O estudo “CovacManaus” acontece na Escola Normal Superior (ENS), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), das 9h às 16h, até esta quarta-feira, 7/4, quando encerra a aplicação da primeira dose nos participantes da pesquisa. Servidores sem comorbidades não receberão a vacina, mas podem participar do estudo e receber acompanhamento por 12 meses.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, o estudo é de grande importância e a imunização dos servidores é uma das prioridades da gestão.

“Por meio do estudo CovacManaus iniciamos a vacinação de 2,2 mil servidores da Semed, hoje nossos servidores terceirizados vão poder participar. A imunização das nossas professoras, merendeiras, pedagogas e demais trabalhadores, que fazem a educação de Manaus acontecer, sempre foi uma das prioridades da gestão David Almeida”, observou.

Os interessados em participar devem preencher o formulário no site www.ipccb.org/covacmanaus e consentir com o estudo.

— — —

Texto – Asafe Augusto de Oliveira/Semed

Fotos – Alex Pazuello/Semed