18/05/11 | 8:59
Estudantes do bairro de Petrópolis recebem curso de horta caseira

Alunos da escola municipal Thomás de Meirelles, no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus, participaram nesta terça-feira (17) do curso de criação de hortas caseiras promovido pela Prefeitura de Manaus. O curso mistura aulas práticas e teóricas e incentiva os estudantes a construírem hortas no quintal das casas. A ação é uma parceria das secretarias municipais de Agricultura e Abastecimento (Sempab) e de Educação (Semed).

O técnico agrícola da Sempab, Edson Fonseca, orientou crianças do primeiro ao quarto ano sobre o espaçamento correto entre as plantas, os cuidados necessários após a germinação das sementes e como remexer a terra.

Edson também é professor e fala sobre a importância de ensinar as crianças a produzir uma horta caseira. “É um trabalho educacional que visa preparar a nova geração em busca de alimentos mais saudáveis”, afirmou o professor. “A melhor forma de fazermos isso é ensinando as crianças a cultivar os alimentos”, acrescentou.

Na horta da escola Thomás de Meirelles estão sendo cultivadas hortaliças como coentro, couve, cebolinha, alface, quiabo, pimenta de cheiro e tomate. As sementes foram plantadas pelos próprios alunos, que também cuidam diariamente da irrigação e da limpeza do solo da horta.

“É uma maneira educativa de ensinar as crianças a aguardar o tempo de desenvolvimento da planta”, conta Edson. “Isso pode ser levado para a própria vida das crianças, que vão aprender a observar e cuidar da horta”.

A Sempab faz todo o acompanhamento do projeto, ficando à disposição da escola para continuar orientando os estudantes. “A equipe da escola continuará acompanhando o desenvolvimento da horta. Qualquer dúvida é só ligar para a Sempab’, destacou o técnico agrícola.

Iniciativa

A horta caseira da escola Thomás de Meirelles foi idéia da ex diretora Doraci Leão, que aproveitou o tamanho do terreno do colégio para fazer a plantação. Em 2009, a horta foi reativada dentro dos programas Mais Educação e Escola Aberta do Governo Federal. Começou então a receber o apoio técnico das secretarias municipais de Meio Ambiente (Semmas), Educação (Semed), Saúde (Semsa) e de Produção e Abastecimento (Sempab).

De acordo com a atual diretora da escola, Maria Alves, a Sempab deu o apoio técnico trazendo engenheiros agrícolas e sementes. “Antes não tínhamos a técnica. Tudo o que fazíamos era fruto das pesquisas dos estudantes. Agora estamos aprendendo as técnicas com o pessoal da Sempab”, disse a diretora.

Cerca de 600 crianças dos turnos matutino e vespertino são beneficiadas com a horta caseira. “A horta traz um tempero diferente para a escola. Nós utilizamos as hortaliças na merenda dos alunos. Dá até pra fazer um sopão cheio de verduras”, afirmou a diretora.

As crianças são orientadas mediante o uso de cartazes e palestras sobre o valor nutricional das verduras. Também existe a preocupação quanto aos perigos do uso agrotóxicos. “Nossa horta é proibido o uso de agrotóxicos, mesmo assim, ensinamos às crianças o risco causado por este tipo de veneno”, acrescentou a diretora.

Na opinião do estudante Mateus da Silva, 7, a horta é a chance das crianças aprenderem os cuidados com as plantas. “Aprendi a regar e cuidar das plantinhas, que precisam de nossos cuidados para crescerem”, disse o estudante, que é o primeiro a responder qualquer pergunta sobre a horta.

Marcos Batista, 9, também gostou de cuidar da horta. “Gostei do canteiro, das frutas e de mexer na terra. Na minha casa não tem quintal, por isso gosto de colocar as mãos na terra”, afirma.

Além das crianças, uma figura especial toma conta da horta. Aldemir Rocha, que trabalha voluntariamente cuidando de toda a plantação. “Eu tenho um neto aqui e gosto muito de ajudar. Ao mesmo tempo, aproveito para aprender as técnicas repassadas pelos engenheiros agrícolas”, elogia.

A escola ou comunidade que desejar receber o curso de criação de hortas caseiras pode procurar a Sempab na rua Carvalho Paes de Andrade, 140, bairro de São Francisco, ou ligar para o telefone 3214-9825.

Assessoria de Imprensa – Sempab