26/09/18 | 12:43
Espetáculo didático marca atividade em alusão ao Dia do Surdo

Em alusão ao Dia do Surdo, aproximadamente 200 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e 1º e 2º segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal de Educação Especial (Cmee) André Vidal de Araújo, localizado no Parque 10, zona Centro-Sul de Manaus, tiveram um dia diferenciado com apresentações culturais.

A atividade extraclasse aconteceu, na manhã desta quarta-feira, 26/9, no Teatro da Instalação, Centro da cidade. Os convidados assistiram a apresentação do Projeto ‘Dança, Arte, Escola: Espetáculo Didático do Corpo de Dança do Amazonas’.

O gerente Pedagógico da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, Anderson Rodrigues, acompanhou a aula diferenciada e falou sobre a importância de proporcionar momentos pedagógicos fora da unidade de ensino. “Esse é um momento de inclusão e integração muito importante para os alunos da Educação Especial. Essa atividade diferenciada fortalece o trabalho que a escola já desenvolve todos os dias”, explicou.

Atualmente a Secretaria Municipal de Educação (Semed) atende 61 alunos surdos e 104 com deficiência auditiva, no complexo e inclusos nas unidades de ensino da rede. No Cmee André Vidal, estão matriculados 368 alunos com vários tipos de deficiência. De acordo com o gestor da unidade, Helivan Dantas, os discentes participam de todas as atividades do calendário pedagógico da Semed. E na semana em que se comemora o Dia do Surdo, várias atividades foram desenvolvidas. “Os nossos alunos não são limitados apenas a atividades em sala de aula. A Semed, em parceria com algumas instituições, proporciona várias atividades fora da escola, essa semana nós já fomos ao cinema e agora ao teatro”.

O corpo de dança apresentou por 26 minutos o espetáculo “A quem será que se destina?” e envolveu 23 bailarinos. O projeto voltado para escola é uma forma de transformar a vida do estudante por meio da arte, como explica o diretor de apresentação do grupo de dança, Getúlio Lima. “A gente acredita que a arte tem um poder transformador e a arte na escola pode contribuir para a formação de um cidadão mais consciente do seu papel na sociedade e esse público para a nossa companhia é muito especial”, mencionou Getúlio.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054