06/03/12 | 12:12
ESPAÇO DIGITAL

A maratona de inauguração dos Telecentros ainda continua. Nesta segunda-feira (05), o Secretário Municipal de Educação, Mauro Lippi, entregou à comunidade Águas Claras, Zona Norte de Manaus, o 11º Telecentro aos alunos da Escola Municipal Paulo Graça. Cerca de 720 crianças serão atendidas com os cursos oferecidos pelo núcleo. As atividades acontecerão nos horários em que os alunos estão matriculados, e de acordo com o coordenador, Raimundo Gomes, os pais e comunitários cadastrados participarão das aulas de segunda a sexta-feira, das 9 às 11h30 e a tarde, das 13h30 às 17h30.

“O bom do Telecentro que os alunos terão acesso à internet gratuitamente e, ainda, nenhum deles precisarão mais sair de casa e gastar dinheiro nas lan houses porque irão realizar suas pesquisas escolares no próprio laboratório. As aulas de informática e os cursos terão duração de uma hora e todos os participantes serão contemplados. Aqui na escola os alunos serão orientados pelo coordenador do núcleo. Todos os 219 coordenadores dos Telecentros tiveram que passar pela capacitação oferecida pela Semed antes de iniciar o atendimento aos alunos e demais participantes. No final, quem ganha com tudo isso é a escola e também as crianças, que aprendem a manusear esta ferramenta tecnológica que faz parte do cotidiano escolar moderno”, afirma.

Durante a solenidade o gestor da EMEF Paulo Graça, Jocelim Oliveira, falou da importância dos novos Telecentros e destacou também o grande trabalho do secretário Mauro Lippi à frente da Semed nos últimos anos. “Estamos passando por um processo de transformação na educação, porque antes não tínhamos um laboratório de informática e a comunidade nos cobrava muito, mas agora com esta administração nos sentimos mais acolhidos. Desde 2005 esperamos por este momento e, com toda certeza, é uma conquista coletiva onde todos os envolvidos no processo educacional saem ganhando”, comenta emocionado.

No seu discurso, o secretário Mauro Lippi, garante que a Prefeitura não irá medir esforços para ajudar na educação das crianças. “Vamos virar esta página na educação no município de Manaus, iremos revolucionar com a implantação de novos projetos educativos que atendam a comunidade escolar de maneira integrada. Uma das nossas metas é trazer os pais para dentro do ambiente escolar incentivando os mesmos a participar das ações educativas dos seus filhos. Para nós isso é uma vitória muito grande”, afirma Lippi.

Mas para que os Telecentros funcionem a todo vapor é preciso contar com ajuda e colaboração dos profissionais responsáveis pela instalação dos computadores. Segundo a Chefe da Divisão de Gestão da Tecnologia da Informação (DGTI) Rosalina Lobo, os Telecentros serão entregues às escolas conforme o calendário de inaugurações.“Por uma determinação do secretário estamos priorizando a implantação dos núcleos e sabemos da relevância deste projeto à comunidade. Creio que por meio da implantação dos núcleos a secretaria está cumprindo com suas metas em dar oportunidades e condições ao aprendizado dos alunos por meio do uso das novas tecnologias. Muitas escolas da rede municipal ainda não possuíam laboratórios de informática e com os núcleos estaremos revitalizando espaços até então ociosos. Agora estamos revertendo este quadro na secretaria e nossa prioridade é a inclusão digital”, comenta.

Na EMEF Ulisses Guimarães, localizada no bairro do Mutirão, Zona Norte, as atividades serão realizadas nos turnos matutino e vespertino. Mais de 1300 alunos serão contemplados. De acordo com o coordenador do núcleo, David Antônio, este é um projeto importante para os alunos da nossa comunidade, pois antes muitos tinham que se deslocar para fazer pesquisar em outras localidades e pagavam pelo serviço. “Com os laboratórios as crianças realizarão seus trabalhos dentro da própria escola sem que as mesmas se dirijam até outros bairros”, diz.

Conforme a direção da escola o Telecentro funcionará de segunda a sexta-feira. Os alunos das escolas participarão todas as terças e quintas, no horário de 08 às 11 (matutino) e de 14 às 17 (vespertino). Já a comunidade será atendida todas as segundas, quartas e sextas-feiras, em horário adaptado.

Em seguida foi a vez dos alunos da EMEF Sônia Maria, localizada no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, receber mais um Telecentro. As atividades acontecerão nos turnos matutino e noturno, conforme os seguintes horários: 17h30 às 22 horas todos os dias tanto para os alunos quanto para comunidades.

O aluno do 9º ano, Mateus Freitas, está satisfeito com a inauguração deste espaço. “Com certeza o laboratório irá nos ajudar nos trabalhos solicitados pelos professores e, também, incentivar os demais a virem para cá aprender acessar a internet”, comenta.