17/02/17 | 10:57
Escolas que atendem o Ensino Infantil e a Educação de Jovens e Adultos elaboram planos de metas para 2017

RRA_9462Educadores da Educação Infantil e Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciaram, nessa quinta-feira, 16, a elaboração do plano de metas pedagógico e ambiental das modalidades de ensino. O trabalho acontece até esta sexta-feira, 17, em mais de 300 escolas da rede municipal de ensino.

Estão participando das reuniões gestores, professores e pedagogos de 111 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), 14 Creches Municipais, 118 Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) que oferecem tanto Educação Infantil e 76 que trabalham com turmas de EJA.

De acordo com a coordenadora da Gestão Integrada da Educação (Gide) da Semed, Musa Varela Rosas, esse momento significa que a escola vai analisar os resultados obtidos em 2016 e projetar suas metas para o ano letivo deste ano.

“É um momento que a escola tem para refletir onde estão precisando melhorar e traçar as ações para resolver esses desvios. É uma parada de reflexão sobre o que passou e como a escola pode caminhar de forma melhor e bater suas metas”, comentou.

Crescer 15% na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e ter 95% dos alunos da rede alfabetizados é a meta pedagógica da Semed para 2017.

Buscar metas

RRA_9464A assessora da Gide na DDZ Centro-Sul, Rosangela Peixoto, vai percorrer Cmeis e Emefs que atendem alunos da Educação Infantil e EAJ para discutir, avaliar, elaborar, junto às equipes pedagógicas as ações para atingir essas metas.

“Dentro do que coletamos no Índice de Formação, Cidadania e Responsabilidade Social (IFC/RS), que é uma ferramenta que nos dá todo aparato de como a escola terminou o ano letivo, nós pegamos as variáveis e vamos trabalhar em cima delas”, avaliou.

Para diretora Rosangela Peixoto, do Cmei Rosira dos Santos Monteiro, localizado no bairro Cidade Nova e que atende cerca de 279 alunos do 1º e 2º seguimento, a reunião ajudará no processo de ensino aprendizagem.

“Uma das metas para 2017, definidas pela Semed no início do ano, é que os Cmeis precisam trabalhar mais a questão da leitura, para que a criança ingresse no Ensino Fundamental com um aproveitamento melhor em leitura e escrita. Com esse procedimento, o Ideb alcançar a meta da secretaria”, disse.

Na Escola Municipal João Alfredo, localizada no Bairro da Paz, quem conduziu a elaboração do plano pedagógico foi Lilian da Silva Chaves, assessora da Gide, da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste. De acordo com ela, a partir da elaboração do plano é possível fazer um diagnóstico, onde se verifica como está o andamento do trabalho pedagógico e questões importantes do Ensino Noturno como o abandono, um gargalo importante do período da noite por conta da particularidade do público atendido e do horário das aulas.

“A Jornada pedagógica consiste em uma análise minuciosa e profunda de dados do ano anterior, referente às taxas de aprovação, reprovação e abandono. Em cima das dificuldades constatadas é traçado, juntamente, com o corpo docente da escola um plano de ação para sanar as problemáticas detectadas”, explicou.

 

Texto: Emerson Santos/Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054