31/03/11 | 14:40
Escolas municipais são premiadas pelo SESI

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Elza Cruz de Oliveira e as Escolas Municipais Ebenézer e Albérico Antunes, foram premiadas nas categorias Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), respectivamente, na 5ª Edição do Prêmio Construindo a Nação, em cerimônia realizada no final da tarde desta quarta-feira (30), no Auditório Gilberto Mendes de Azevedo, no Centro da cidade.

A etapa Amazonas do Prêmio é realizada pelo Instituto da Cidadania Brasil e o Serviço Social da Indústria (SESI), com um total de 48 escolas, entre públicas e privadas, mas somente 22 unidades educacionais apresentaram seus devidos projetos para concorrer à premiação final.

O Prêmio tem o objetivo de estimular as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) a desenvolverem, em conjunto com seus alunos, projetos e ações que contemplem temas voltados à cidadania.

A Coordenadora do Projeto Construindo a Nação, Maria de Lourdes Cavalcante, considera o evento como uma valorização dos trabalhos executados pelos professores em suas escolas com os alunos. “O importante é ser um cidadão como um todo. Todos devem trabalhar com o meio ambiente, valores e a natureza”, contou.

A Escola Municipal Ebenézer, localizada na zona Rural Ribeirinha – Comunidade Ebenézer, no Lago do Jacaré Tinga, Tarumã Mirim, conquistou o primeiro lugar na categoria de Ensino Fundamental, com o Projeto ‘Jovem Criador: A Consciência Verde – O Cidadão Ecológico’, com a participação de cerca 70 alunos do 2º ao 9º ano, cujo objetivo é trabalhar a cidadania por meio de ações educacionais, sociais e ambientais no reaproveitamento das sobras de madeiras de casas dos ribeirinhos e árvores caídas no meio da floresta. “Essa premiação representa uma conquista, pois quebramos a questão da educação de campo ficar em segundo plano do poder público. Nós, da escola, criamos um trabalho de cidadania para fortalecer essa ação do compromisso da Prefeitura com o meio ambiente”, comentou um dos coordenadores na escola, Professor Gilson Gean.

Com o Projeto ‘Festceja: O Arauto da Cidadania’, a Escola Municipal Albérico Antunes, bairro São José IV, zona Leste, ficou em primeiro lugar na categoria de Educação de Jovens e Adultos (EJA). O foco do projeto na escola é combater a evasão escolar e trabalhar com a cultura, música, dança, artes plásticas e teatro, contando com aproximadamente 80 estudantes. “Essa premiação é um incentivo ao nosso projeto interno, que visa manter o aluno em sala de aula. Temos tido bons resultados com eles, com boas notas. É bom ver que os alunos passam a ser diferenciados pelo aprendizado adquirido e que serão aproveitados em nossa sociedade”, disse.

Na categoria Educação Infantil, o prêmio foi para o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Elza Cruz de Oliveira, localizada na Compensa, zona Oeste da cidade. Com o Projeto ‘Fazendo Com o Lúdico Uma Aprendizagem Conectada ao Futuro’, a unidade educacional trabalha as novas tecnologias digitais com as 400 crianças de 4 e 5 anos. “Nós tiramos as fotos dos alunos e entregamos como presentes aos pais esse trabalho fotográfico. Eles ficam muito contentes, porque a maioria nunca teve contato com nenhum tipo tecnologia. Temos as nossas mesas educacionais que são utilizadas por eles. Fazemos um trabalho diferente por meio do computador e várias atividades interessantes com resultados satisfatórios no aprendizado”, citou.

A Coordenação do Prêmio Construindo a Nação ainda entregou um certificado de participação pelos projetos apresentados as Escolas Municipais Firme na Fé (‘Escola de Paz’), Aristides Barreto (‘Reciclar é Amar’) e Paula Frassinetti (‘Viver é o Bicho’).

As escolas municipais premiadas Projeto receberam um troféu e a  veiculação do projeto na revista Cidadania. O professor-coordenador do projeto na escola recebeu uma bolsa com desconto de 50% de pós-graduação em Psicopedagogia na Faculdade Marta Falcão e uma bolsa de curso profissionalizante no Senai. O CMEI Elza Cruz de Oliveira, além dos prêmios, recebeu também uma coletânea de literatura infantil.

O secretário municipal de educação, Mauro Lippi,  destacou a qualidade do trabalho que vem sendo desenvolvido na rede municipal de ensino. “Conquistamos este importante prêmio em todas as categorias. Só não ganhamos no Ensino Médio porque não oferecemos a modalidade na rede municipal. Isso é um reflexo do compromisso com a qualidade da educação no município, que vai além das lições básicas em sala de aula, passando por projetos que desenvolvem a cidadania entre nossos alunos”, elogiou o secretário.