08/05/12 | 18:15
Escolas Municipais recebem novos espaços tecnológicos.

Espaços voltados para a inclusão digital dos cidadãos e a formação tecnológica por meio de cursos e oficinas já estão sendo oferecidos em escolas municipais com a implantação dos Telecentros. A meta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e da Prefeitura de Manaus é a implantação de 219 telecentros no município de Manaus.

Nesta segunda-feira, (7), as escolas municipais José Tavares de Macêdo ( Santa Luzia) e Irmã Edelvira E. de Souto Cabral ( Morro da Liberdade) foram as contempladas com as unidades tecnológicas.

Segundo o Subsecretário Municipal de Gestão Educacional, Suames Maciel, a Prefeitura de Manaus entregará no primeiro momento 219 telecentros – uma ferramenta que potencializará a aprendizagem dos alunos.

“Os alunos estarão conectados com o mundo por meio dos telecentros. As oportunidades que as crianças e jovens estão tendo com certeza não é a mesma que nossos pais tiveram no passado. O nosso único propósito é fazer com que os nossos alunos de hoje sejam melhores do que nós. Consultas escolares, realização de serviços na internet e cursos de capacitação serão possíveis com estes espaços  e isso se chama inclusão digital voltada aos pais, alunos e comunitários”, ressaltou o Subsecretário.

“É um grande avanço em nossa escola” declarou a gestora da Escola José Tavares de Macêdo, Raimunda Alvacir. Segundo ela, a unidade que atende 385 alunos do 2° período e de 1° ao 5° ano do ensino fundamental desenvolve ainda os projetos ligados à Matemática Viva,  Viajando na Leitura, além do Mais Educação, Agenda Ambiental, Jogos Matemáticos, Livro que te quero livre e o Projeto que será trabalhado no Telecentro:  A Informática Educativa como instrumento de aprendizado na Educação Infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental.

“Vamos ter uma ferramenta maravilhosa para trabalhar com os nossos alunos. Em termos de aprendizagem é um grande ganho. Nós teremos maior credibilidade para trabalhar as mídias tecnológicas na escola com a utilização dos equipamentos e da internet. Com o Telecentro abriremos um espaço para uma grande parceria com a comunidade. Ela poderá contribuir conosco e de contrapartida oferecemos os subsídios para a mesma”, explicou a gestora.

Para a aluna do 4° ano, Eny Marcele Barbosa, 10, o telecentro terá várias funções para os alunos. “Poderemos fazer nossos trabalhos escolares, brincar com os jogos e falar com pessoas pela internet. Como mudaram a sala e instalaram novos computadores, o espaço ficou muito bonito”, afirmou a aluna.

A coordenadora do Telecentro, Ione Matias, acredita que o Telecentro ajudará bastante nas pesquisas dos alunos.

“Será mais uma ferramenta no aprendizado de nossos alunos. Já organizamos os horários para os alunos e comunitários no qual todos serão atendidos da educação infantil ao 5° ano”, destacou a coordenadora.

“Será muito bom para a aprendizagem de nossos alunos e para o desenvolvimento de nossa comunidade. Pretendo participar de cursos de informática básica e avançada”, afirmou a comunitária Patrícia da Silva Moreira, 23.

A 85ª unidade do telecentro foi inaugurada na Escola Irmã Edelvira Souto Cabral (Morro da Liberdade). A escola atende 360 alunos do 1° ao 5° ano e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para a gestora, Maria de Lourdes da Silva, o telecentro é um momento histórico para a escola e comunidade. “O avanço da tecnologia é muito bem vinda em nossa escola. Queremos começar do básico até ao mais avançado. Essa é a geração tecnológica e não podemos fugir desta realidade. Os comunitários já estão começando a procurar e se cadastrar para os telecentros”, reiterou a gestora.

“Gosto muito de usar a internet e com o telecentro terei um espaço para isso. Pretendo também pesquisar meus trabalhos escolares com a ajuda dos professores”, afirmou o aluno do 5° ano, Felipe Souza da Silva, 10.

Para o representante do bairro Morro da Liberdade, Roberto Aragão, o telecentro possibilitará aos comunitários a inserção tecnológica. “Para nós o telecentro representa o 1° mundo. Pela primeira vez teremos acesso à internet de forma gratuita, começando dos pequeninos que é o nosso meio de sustentação para a sociedade”, salientou o representante.