25/11/16 | 14:48
Escolas municipais participam da etapa final da 4ª Feira de Ciências do município

25-11-16-Etapa final da 4ª Feira de Ciências da Semed.Fotos Lton Santos (5)Com o tema “Alimentação Saudável: Preservando o Meio Ambiente e Garantindo a Vida”, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, nesta sexta-feira, 25, a 4ª edição da Feira Municipal de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), na Avenida Maceió, zona Centro-sul de Manaus.

O tema seguiu a proposta da temática nacional “Ciências alimentando o Brasil”, desenvolvido na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI).

A feira contou com a apresentação de 55 projetos das escolas de todas as zonas geográficas da cidade, divididos por segmentos, como Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 (1º ao 5º ano) e 2 (6º ao 9º ano), Educação Especial, 1º e 2º segmentos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Indígena e os projetos convidados das Escolas Municipais Marly Garganta e Lucila Freitas, que participam do Programa Ciência na Escola (PCE).

25-11-16-Etapa final da 4ª Feira de Ciências da Semed.Fotos Lton Santos (1)Os 55 projetos das escolas municipais serão avaliados 20 jurados, que darão notas aos trabalhos apresentados por alunos e educadores. Os vencedores da primeira, segunda e terceira colocações por seguimentos por modalidades de ensino serão premiados com certificados e medalhas, e a unidade de ensino receberá um troféu.

Segundo a subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Euzeni Trajano, a feira oportunizou que as escolas desenvolvessem, com os alunos, trabalhos relacionados a realidade em que vivem, alinhados ao tema nacional. “É importante esse momento, porque nós conseguimos mostrar para sociedade todo trabalho desenvolvido nas escolas da rede municipal de ensino. Por isso, nós abrimos esse espaço e convocamos toda sociedade civil”, destacou.

A coordenadora da Feira de Ciências da Semed, Betânia Corrêa, disse que a temática foi desenvolvida a partir da proposta de alimentação saudável, por meio de vários projetos desenvolvidos dentro da rede municipal de ensino, tendo como base trabalhar com os alunos a importância de uma dieta saudável para os alunos, para que atuassem com multiplicadores em casa e na comunidade do entorno das unidades de ensino.

25-11-16-Etapa final da 4ª Feira de Ciências da Semed.Fotos Lton Santos (2)“O trabalho científico da feira levou os alunos a uma perspectiva científica de como criar um projeto, de como o desenvolver dentro da temática da alimentação, com frutas das regiões, comidas, aproveitamento, reciclagem, enfim, algo bem completo e saudável”, comentou.

Projetos

A Escola Municipal Carlos Farias Ouro de Carvalho, localizada no Monte das Oliveiras, zona Norte, apresentou o projeto “Alimentos alternativos: aproveitando os nutrientes e evitando o desperdício”. Segundo a professora Lindalva Macedo do Carmo, o programa envolveu os 582 alunos do 1º ao 8º ano do Ensino Fundamental com atividades, pesquisas e trabalho em sala de aula.

“Nós fizemos as pesquisas dos conteúdos, que foram trabalhados com alimentos alternativos, depois foram preparadas as receitas e os alunos foram divididos por grupos para pesquisa. Cada equipe ficou responsável para preparar uma receita, pesquisar os nutrientes e a função deles nos organismos das pessoas. Esperamos que (os alunos) levem o aprendizado para casa e reaproveitem os alimentos”, disse.

25-11-16-Etapa final da 4ª Feira de Ciências da Semed.Fotos Lton Santos (6)A aluna do 9º ano, Renata França, 14, foi a responsável por fazer a apresentação do projeto “Envenenados e orgânicos em nosso cotidiano”, da Escola Municipal Jorge Rezende Sobrinho, bairro Tancredo Neves, zona Leste. Para ela, participar da feira e diretamente do projeto na escola, contribuiu para o aprendizado e para ter uma alimentação mais saudável.

“Adquiri um bom conhecimento sobre alimentação e meio ambiente. Tudo isso é importante para as pessoas terem uma vida saudável, por meio do que comem. Lá em casa temos um plantio, mas sem agrotóxicos, de acordo com a orientação que tivemos com projeto na escola”, finalizou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos / Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054