03/09/15 | 16:28
Escolas municipais da zona rural participam de desfile cívico na Ponta Negra

RA - Desfile Civil da Rural na Ponta Negra - Fotos Rodemarques abreu (6)O Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste, um dos cartões postais de Manaus, recebeu, na manhã desta quinta-feira, 3, o desfile cívico das escolas municipais das áreas ribeirinha, rodoviária e indígena. O momento de patriotismo reuniu cerca de três mil estudantes de 45 unidades de ensino da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural, que percorreram a via principal levando cartazes e gritos de guerras clamando pela paz, amor e solidariedade no país, em comemoração pela Semana da Pátria e do Amazonas.

O momento cívico começou com o Hino Nacional Brasileiro. Em seguida, os pelotões das escolas começaram a marcha. Levando a bandeira do Brasil, a aluna Alessandra Dávila, da Escola Solange Nascimento, comentou sobre o sentimento ao carregar o símbolo maior da nação.

RA - Desfile Civil da Rural na Ponta Negra - Fotos Rodemarques abreu (11)“Eu estou muito feliz porque esse momento vai ficar marcado na minha história e na minha vida. Na verdade foi uma surpresa. Foi bom e emocionante”, afirmou.

Pela primeira vez participando de um desfile cívico, a indígena Rosimeire Melo, Baré e aluna da Escola Municipal Indígena Puraanga Pisasú, disse ter ficado feliz por participar do momento. Com um cocar na cabeça, ela lembrou que os índios tiveram um papel importante no início da história do país.

“Para nós é uma honra, como indígenas, estarmos aqui em Manaus representando nossa escola que fica no Rio Cuieiras. Nós estamos muito felizes por termos sido convidados. É a primeira vez que nossa escola está vindo desfilar aqui (em Manaus). Só temos a agradecer a Semed por ter nos convidado”, disse.

RA - Desfile Civil da Rural na Ponta Negra - Fotos Rodemarques abreu (18)Desfile

O desfile foi dividido por pelotões. A cada escola que passava, o locutor anunciava e os alunos faziam festa. Além dos estudantes, também marcaram presença no evento as Forças Armadas: Marinha, Aeronáutica e a infantaria de selva do Exército, que desfilou com suas armas e caminhões de guerra, além da banda da Polícia Militar.

Cada escola apresentou, também, um trabalho desenvolvido. Os alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Ismail Aziz, se vestiram de semáforo, ruas e carros, para pedir paz no trânsito de Manaus. Já os estudantes da Escola Municipal Francisca Campos manifestaram-se para o combate às drogas.

Desfile Civil da Rural na Ponta Negra - Fotos Rodemarques abreu (187)Para a chefe da DDZ Rural, Edilene Pinheiro, o momento de patriotismo serviu para expressar o amor à nação e também as atividades pedagógicas desenvolvidas pela Semed nas escolas da zona rural.

“Nós trabalhamos o tema cidadania o ano inteiro nas escolas. Aqui, nós estamos mostrando parte do que fazemos em sala de aula. Escolhemos a Ponta Negra para que nossos alunos, que são do rio e dos ramais, pudessem conhecer o cartão postal da cidade. Esse momento é de celebrarmos”, comemorou.

Para fechar o desfile, a secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, “puxou” o pelotão dos assessores pedagógicos e professores da DDZ Rural, que também contou com a participação de convidados. Os profissionais do magistério, vestidos com as roupas de Garis, passaram recolhendo o lixo acumulado na rua após os pelotões, disseminando a mensagem de preservação das ruas limpas.

Desfile Civil da Rural na Ponta Negra - Fotos Rodemarques abreu (196)Na avaliação da secretária Kátia, a Semana da Pátria é um momento especial, sobretudo, em um ano que se vive uma crise no Brasil relacionada à ética e à moral. “Princípios como a disciplina, os valores éticos, a solidariedade e a fraternidade são importantes nesse momento. Precisamos disseminar isso no coração de nossas crianças”, destacou.

Momento de civismo

O capitão Charles Paulo de Almeida, que representou o 1º Batalhão de Infantaria na Selva (BIS), parabenizou a Semed pelo evento e lembrou que é fundamental promover nas crianças o amor à Pátria. “Nós acreditamos que é fundamental que as crianças tenham esse momento de valorização do civismo, de ideais, de amor à Pátria e valorização do nosso país. Nós acreditamos que programações como essa ajudam a colocar na mente das crianças fundamentos importantes que depois, quando elas se tornarem adultas, vão contribuir para que elas sejam cidadãos com melhor visão de mundo e de contribuição no nosso país”, observou.

Texto: Thiago Botelho
Fotos: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054