15/04/19 | 8:54
Escolas municipais da zona rural iniciam ações pedagógicas para o Ideb 2019

Manaus já intensifica as ações pedagógicas na rede municipal para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019. A prefeitura já figura entre as dez melhores cidades do Brasil na qualidade do ensino básico e para garantir o avanço nesse sentido iniciou o trabalho de preparação com gestores e pedagogos de escolas públicas municipais da zona rural. O encontro foi realizado nesta sexta-feira, 12/4, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), que fica na avenida Maceió, Parque 10, zona Centro-Sul.

A meta estipulada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto é que Manaus alcance o 8º lugar. Atualmente, a capital ocupa a 9ª posição, com os índices de 5,8 e 4,7, para os anos iniciais e finais do ensino fundamental, o que representa um crescimento de 41% e 52%, respectivamente.

“A educação sempre foi prioridade na nossa gestão, porque esse é o caminho para o desenvolvimento. Este ano, tenho muito orgulho em dizer que completaremos o nosso tripé da educação de qualidade, investindo pesado na infraestrutura das escolas, já tendo passado pelo fortalecimento das ações pedagógicas e pela valorização dos professores”, destacou o prefeito.

O objetivo da Secretaria Municipal de Educação (Semed) é estabelecer metas para as avaliações da Prova Brasil, do Ministério da Educação (MEC), que este ano será em todo o país, assim como nas avaliações externas e internas realizadas pelas escolas e também na Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE), promovendo a melhoria efetiva da qualidade de ensino nas escolas da Divisa Distrital Zonal (DDZ) Rural.

Para a diretora do Departamento de Gestão Educacional (Dege), Marcionília Bessa, a rede municipal de ensino oferece ações que preparam os professores para trabalhar o currículo da educação básica de acordo com as séries e oferecendo apoio aos estudantes e aos educadores, de uma forma que os alunos permaneçam mais tempo na escola, acabando com a evasão escolar.

“O que a secretaria procura é dar suporte aos professores, para que promovam aulas mais atrativas, despertando interesse nos alunos. Com isso, consequentemente, os resultados aparecem. Esperamos que nossos estudantes levem essa aprendizagem para a vida. Essa avaliação é apenas uma maneira de verificar o nosso desempenho como professor”, disse Marcionília.

Educação rural
A DDZ Rural gerência 82 unidades de ensino, com mais 11 mil alunos. Desses, 2.271 estarão participando do Ideb 2019. Para motivar a equipe educacional e mostrar que todos são os super-heróis da educação, a DDZ criou “Os vingadores do campo em defesa das joias do Ideb”.

“Estamos muitos motivados nessa ação, nossas joias raras são os nossos alunos e professores. Nesse encontro planejaremos, todos juntos, atividades que incentivem os estudantes a se dedicarem, cada vez mais, aos estudos”, disse a chefe da Divisão, Edilene Pinheiro.

Na escola municipal São José 2, no Paraná da Eva, rio Amazonas, a 8 horas de Manaus, são atendidos 54 alunos da educação infantil e do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Para o gestor da unidade, Ilson Menezes, preparar os alunos no dia a dia é muito importante para a avaliação. “Durante o ano inteiro, realizamos vários simulados para que o aluno não fique nervoso no dia da prova e acabe se prejudicando. O professor tem o papel de acompanhar e detectar as dificuldades do estudante e trabalhar em cima do assunto com maior problemática”, explicou o gestor.

Texto: Érica Marinho / Semed
Fotos: Elton Santos / Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054