24/11/14 | 18:14
Escolas municipais da DDZ Oeste participarão de Semana da Consciência Negra

De 24 a 27 novembro, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Divisão Distrital Zona Oeste (DDZ 2), realizará a Semana da Consciência Negra, com tema “Resgatando os Valores Africanos na Sociedade Brasileira”.  Os trabalhos serão realizados no auditório da DDZ Oeste, com professores de Língua portuguesa, Matemática e Ensino Religioso da Divisão.Na tarde desta segunda feira, 24, aconteceu a abertura da atividade com uma palestra que discutiu a forma de trabalhar a diversidade com material didático de língua de portuguesa.
O objetivo da atividade é resgatar os valores da cultura africana e afro-brasileira na sala de aula, possibilitando a discussão da temática para professores de diferentes áreas de conhecimento, como explicou o coordenador da atividade o assessor de diversidade da DDZ Oeste, João Batista dos Santos.“O trabalho será direcionado para professores, que cumpram Horas de Trabalho Pedagógico (HTP) de língua portuguesa, ensino religioso e matemática. O nosso objetivo é debater e discutir as legislações vigentes sobre a cultura afro-brasileira, como, por exemplo, a lei 10.639/2003 com os nossos professores para que partir daí eles possam ter mais compreensão a respeito e possam aplicar novas metodologias de ensino, especificamente, nas disciplinas de língua portuguesa, ensino religioso e matemática”, disse o coordenador.
No primeiro dia, a palestra foi ministrada pela coordenadora do Fórum do Movimento de Afro descendência (Fopaan), Arlete Anchieta.  Ela mencionou a atitude da DDZ Oeste em fazer a atividade.“A divisão está de parabéns por realizar uma atividade como essa.  Por propor um momento de reflexão e um espaço de enriquecimento de conhecimento sobre esta temática, que possibilitará um processo de evolução e de fortalecimento do que aprenderam ao longo de suas formações”, destacou.

A professora de língua portuguesa da Escola Municipal Eliana Lúcia, Hercilaine Virginia Alves, mencionou que atividades com essa são muito interessantes, porque contribuem tanto na formação dos alunos, quanto dos professores da Semed.

“Estou achando muito interessante e proveitosa esta atividade. O mais interessante disso, é que tanto nós professores, quanto nossos alunos seremos beneficiados com esta formação que termos ao longo dessa semana. A minha expectativa com ela é adquirir novos conhecimentos e esclarecer dúvidas a respeito da cultura afro-brasileira e partir daí usar esse conhecimento para passar para meus alunos de forma dinâmica e acessível”.

No decorrer do evento, acontecerão palestras, rodas de discussão, momentos de debates que abordarão o sincretismo religioso e as religiões de matrizes africanas e possibilidades de implementação da lei 1063/03 na prática do docente de matemática. No fim do evento, nesta quinta-feira (27), será realizada a noite africana, a partir das 17h, no Centro de Convivência Madalena Arce Daou, com o objetivo de apresentar expressões artísticas e a culinária de origem africana.

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188