22/06/12 | 17:33
Escolas e CMEI´s promovem Festas Juninas.

CMEI Coração de Jesus realiza Arraial Temático.

“Navegando pela cultura amazonense” foi a temática do Arraial Junino promovido nesta quinta-feira, (21), pelo CMEI Coração de Jesus localizado no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus. Quadrilha, desfile das placas dos 62 municípios do Amazonas, entrada das bandeiras, apresentação da rainha e rei do CMEI, dança cabocla, bingo, sorteios, Lenda da Iara e a Dança do Tipiti foram alguns dos destaques da festa que contou com um número expressivo de pais, comunitários, professores e alunos.

De acordo com a gestora, Madalena Lopes, as crianças trabalharam o tema em sala de aula, não apenas durante a festa valorizando dessa forma o aspecto pedagógico.

“Por meio das danças falaremos de vários aspectos culturais de nosso estado repassando aos pais  e comunitários estes conhecimentos. Todo ano escolhemos uma temática para trabalhar o fator pedagógico, começamos com os continentes, as regiões brasileiras e este ano estamos falando sobre o nosso estado. Queremos que os participantes tenham conhecimento da nossa região e isso é muito importante para o estreitamento da nossa cultura”, destacou a gestora.

O CMEI Coração de Jesus atende 336 alunos da Educação Infantil (1° e 2° períodos).

 

Escola de Educação Especial André Vidal promove Festa Junina

Animação e alegria não faltaram na Festa Junina da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo que aconteceu nesta quinta-feira, (21), no Parque Municipal do Idoso, Zona Sul de Manaus.

Para o gestor, Helivan Pinheiro, a festa promove também a interação da comunidade com a escola.

“Queremos fazer com que os alunos sintam-se parte da sociedade, que eles tenham a chance de participar das atividades sociais, de ter sua festa junina e demais ações no meio social, isso é promover a inclusão dessas crianças e adolescentes. Iniciamos com a parte pedagógica repassando aos alunos o histórico das danças, ensaios, preparação para as roupas e demais atividades em sala de aula. Os pais se envolveram e deram total apoio para a escola”, explicou o gestor.

Jucilene Brás, 43, mãe  da aluna Josiane Pinto, 12, acredita que por meio da dança e das demais expressões culturais os alunos portadores de deficiência podem se comunicar com mais facilidade.

“Com a dança ela se envolve mais e apresenta uma maior participação na sociedade, além de se comunicar com mais clareza com as pessoas”, ressaltou a mãe.

A programação contou com dança mistura de ritmos, carimbo, country, quadrilha, ciranda, apresentação do boi, bingo, banda de forró, barracas de comidas típicas, pescaria, dentre outros.

A Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo atende 460 alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) nos três turnos. Os alunos atendidos na escola são autistas, deficientes visuais, auditivos, deficientes intelectuais e com paralisia cerebral. Na unidade, os alunos participam de oficinas de artesanato, panificação, pintura e costura.