23/05/12 | 16:31
Escolas da Zona Sul recebem Telecentros

Além de um espaço digital, as 219 escolas municipais que receberão os telecentros abrem as suas portas para a comunidade estabelecendo uma parceria da escola x comunitários.

O Telecentro – unidade tecnológica implementada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação em parceria com a Prefeitura de Manaus visa atender, pais, alunos, professores e comunitários dos bairros nos quais se localizam estes espaços. Nesta terça-feira, (22), os telecentros das  Escolas Municipais  Ana Mota Braga (São Francisco) e  Nazira Chamma Daou (Educandos) foram inaugurados e abertos para a comunidade escolar e local.

Na Escola Mul. Ana Mota Braga (São Francisco), 648 alunos do 1° ao 9° ano , Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Programa Aceleração da Aprendizagem (PAA) poderão usufruir dos serviços oferecidos pelo telecentro.

De acordo com o gestor, Luiz Carlos Braga, o telecentro representa mais um instrumento e recurso para a aprendizagem.

“Com o telecentro promoveremos o ensino tanto para os alunos quanto para a comunidade. É um mecanismo não apenas educativo, mas também socializador. Os pais poderão conhecer a rotina pedagógica, facilitando dessa forma o envolvimento comunitário com a escola”, afirmou o gestor.

Para a coordenadora, Janemar Hounsell Cruz, o novo espaço é uma ferramenta que auxilia em uma série de recursos. “Os alunos terão a sua disposição vários jogos educativos e aplicativos que já estão instalados nos computadores e que os alunos poderão utilizar. A escola e comunidade só têm a ganhar com o telecentro”, destacou a coordenadora.

“Com este espaço será mais fácil para interagir com a tecnologia. Teremos uma sala para pesquisar os nossos trabalhos e ainda facilitar a comunicação entre as pessoas. Vai facilitar também o aprendizado porque não precisaremos mais pesquisar em lan houses, pois já temos este espaço para os nossos estudos”, ressaltou a aluno do 9° ano, Jaqueline Lima, 14.

A comunitária, Geórgia Krisna Simões, 33, acredita que o local será bem mais seguro para alunos e comunitários. “Os alunos não terão mais que frequentar a lan house, pelo contrário, estarão em um ambiente seguro que é a escola. Vou me inscrever para fazer os cursos, pois aqui na Ana Mota fica bem próximo da minha casa e com certeza vou participar”, afirmou a comunitária.

 

Presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, participa da inauguração do 102° Telecentro

A 102° unidade a receber o telecentro foi a Escola Mul. Nazira Chamma Daou (Educandos) que atende 370 alunos do 1° ao 9° ano e EJA. Alunos, pais e professores receberam com alegria o novo espaço onde serão desenvolvidos projetos pedagógicos e tecnológicos.

Participaram da solenidade, o Secretário Municipal de Educação, Mauro Lippi, o Presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, o Subsecretário de Gestão Educacional, Suames Maciel, além de chefes, diretores e representantes da secretaria.

“É uma conquista da cidade de Manaus. Uma ferramenta que dará o grau de informações maior do que os alunos recebem atualmente no dia a dia”, conceituou Mauro Lippi.

Segundo ele, além dos alunos não precisarem mais se deslocar para as lan houses, as informações online e as escolas municiadas dessa tecnologia ajudarão no presente e no futuro destes alunos.

“O Telecentro tem um significado muito importante em todo o país.  Sintetiza a inclusão digital para a escola e a comunidade. Por ser uma ferramenta globalizada , as crianças e  jovens precisam ter essa afinidade e ter essas informações em tempo real. Até o final do ano chegaremos aos 219 telecentros, inclusive, na área ribeirinha de Manaus”, destacou o Secretário.

“É um prêmio para os nossos alunos, professores e comunidade. Estamos aqui para direcionar o trabalho, mas a base são os nossos professores que nos dão total apoio para o desenvolvimento do trabalho. A comunidade já está vindo pedir informações, se inscrever para fazer cursos e aprender mais sobre informática”, ressaltou a gestora da escola, Anete Seixas Brasil.

O Presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, agradeceu à Prefeitura de Manaus e ao Secretário de Educação, Mauro Lippi, pelo trabalho desenvolvido na escola que recebeu o nome de sua mãe, Nazira Chamma Daou.  “Que possamos continuar vendo a alegria estampada no rosto de cada professor e principalmente de cada aluno. Coloco-me à disposição para ajudar no que for preciso na escola, pois aqui é o templo do saber. Hoje, quem tem acesso ao computador tem a arma do futuro”, afirmou Phelippe Daou.

A Coordenadora, Ana Cristina Corrêa, acredita que o espaço promoverá a inclusão para a comunidade. “Temos áreas carentes que não possuem um espaço digital. Com o telecentro todos poderão  ter acesso  à internet , aprender a informática por meio de cursos e participar de formações como: secretariado, relações humanas e outros. É uma oportunidade única para todos os envolvidos”, afirmou a coordenadora.

“Será muito bom para pesquisarmos nossos trabalhos escolares. Será muito importante para os nossos estudos”, finalizou a aluna do 5° ano, Kelyanna Moura da Silva, 11.

Na ocasião, um netbook educacional do Pró-UCA (Um Computador por Aluno) foi entregue de forma simbólica ao aluno do 5° ano, Alexander dos Santos, 10, para a devida utilização em sala de aula, buscando ainda mais a qualidade do ensino na unidade.