25/08/11 | 14:13
Escolas da Semed aderem à Coleta Seletiva de Lixo

A cidade de Manaus está se credenciando para entrar para a seleta lista de municípios brasileiros que têm coleta seletiva em 100% de sua zona urbana. Esse é o objetivo a ser atingido dentro dos próximos meses pela Prefeitura de Manaus que, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e da Secretaria Municipal de Educação (Semed), lançou na manhã da quarta-feira (24) um programa para implantação de coleta seletiva e de Pontos de Entrega Voluntária (PEV) em todas as 480 unidades de ensino da rede municipal.

O lançamento aconteceu no bairro Armando Mendes, onde um complexo educativo formado por três escolas municipais – Aristóteles Comte de Alencar, Governador Amazonino Mendes e Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Poeta Antônio Gonçalves Dias – foi sorteado para ser o pioneiro. As três instituições reúnem mais de dois mil alunos do ensino fundamental, que irão participar da coleta seletiva no bairro.

O evento, que reuniu representantes das duas secretarias envolvidas, da associação dos moradores do bairro e cerca de 400 alunos e professores no auditório da Escola Aristóteles Alencar, foi aberto com a apresentação de um vídeo com animações do personagem Sujismundo, que no início da década de 1970 fez muito sucesso na televisão como a pessoa que não se importava com a limpeza e o meio ambiente. Houve também apresentações do grupo Garis da Alegria – agentes de limpeza com talento para música e teatro, que fazem apresentações educativas sobre preservação ambiental –, exposição de brinquedos e artesanato fabricados a partir de reciclagem de garrafas PET e papelão e, ainda, apresentação sobre o funcionamento das coletas domiciliar diária e seletiva.

Gerações futuras

Em seu discurso, o titular da Semulsp, secretário José Aparecido dos Santos, destacou a importância da parceria com a Semed, sem a qual não seria possível implementar um projeto tão grande e explicou aos meninos e meninas o porquê da iniciativa. “Vocês são o futuro. Cada um de vocês é uma alavanca desse projeto, porque irão levar essa mensagem de reaproveitamento e reciclagem aos pais, amigos e parentes. São vocês que irão educar os adultos a partir de agora”, disse o secretário, empolgando a criançada.

Interagindo diretamente com os secretários, os estudantes participaram dos debates, das apresentações musicais e ainda de um sorteio improvisado dos brinquedos feitos com material reciclado. Cercados pelas crianças, os secretários Mauro Lippi e José Aparecido lançaram um concurso para escolher o nome do projeto que até o final deste ano vai movimentar mais de 300 mil alunos em toda a rede pública municipal.

Assessoria de Imprensa da Semulsp PMM