08/05/13 | 15:49
Escola Padre Puga retorna às atividades na quinta-feira

Depois de ter passado por uma reforma, a Escola Municipal Pe. Sebastião Luiz Puga dos S. Barbosa, Japiinlândia, zona Sul, retorna às aulas a partir desta quinta-feira, 09, totalmente revitalizada. A unidade recebeu reparos na parte elétrica, hidráulica, nos banheiros, forro, alambrado do telhado, faixada, piso, além da pintura.

A estrutura física conta com 20 salas de aula, uma biblioteca, sala para pedagogo, agente de saúde, professores, diretora. Além disso terá laboratório de ciências e matemática, Telecentro (sala multimídia com acesso à internet), refeitório, dois depósitos, sendo um para produtos de limpeza e outro para alimentos.

A escola atenderá 1186 alunos nos turnos matutino e vespertino, do 1º ao 9º ano, do ensino fundamental contando com 51 professores, 2 bibliotecários, 5 administrativos, 2 pedagogos, 6 serviços gerais e 4 merendeiras.

Jecy Keila, professora do ensino fundamental, relatou as dificuldades que tinha antes da unidade ser reformada. “Nos dias quentes sentíamos dificuldade em lecionar, pois a rede elétrica era deficiente e não suportava os condicionadores de ar ligados. A partir de agora, os alunos terão condições de receber um ensino com mais qualidade”, afirmou a professora.

A gestora Vera Núbia enfatiza que este é um novo momento para toda a comunidade escolar. “Tenho certeza que nossa nova escola servirá de incentivo à permanência de nossos alunos. Com a realização deste sonho, os projetos que desenvolvemos voltados à leitura nos levarão a melhoria do Ideb”, disse.

A escola funcionou no ano de 2012 normalmente, mas por comprometer a segurança e bem estar dos alunos e, consequentemente, dificultar o trabalho do corpo docente, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) entendeu que o prédio deveria passar por uma reforma completa, para restituir a infraestrutura do local e oferecer segurança e qualidade no ensino.

Outras reformas 

Reformas como essa estão acontecendo em um processo de gestão integrada da prefeitura de Manaus entre a Semed, Seminf e Semulps, coordenadas pelo Departamento de Engenharia e Transporte da Semed. As obras têm duração variada, conforme a complexidade, mas estão sendo realizadas com a maior celeridade possível, para não prejudicar o ano letivo vigente.

A Escola Municipal Elvira Borges, Compensa, zona Oeste, retornou às aulas no dia 22 de abril. Esta escola atende 1125 alunos nos turnos matutino, vespertino e noturno do 1º ao 9º ano e, também, do Ensino de Jovens e Adultos – EJA 1º segmento.

Outra que retornou suas atividades foi o CMEI Jean Piaget, Santo Antônio, também zona Oeste da cidade, no dia 4 de março. A unidade atende 236 alunos, do maternal e 1º e 2º período. Ambas passaram por manutenções na parte elétrica, hidráulica, forro, dentre outros.