24/04/18 | 15:54
Escola municipal se destaca no Desafio Khan Academy

Na última semana do Desafio Khan Academy Nacional, que termina na próxima sexta-feira, 27/4, a Escola Municipal Ana Maria de Souza Barros, no bairro Mauazinho, zona Leste, triplicou a meta mínima de seis níveis, com a participação de 33 alunos do 7º ano do Ensino Fundamental, alcançando o nível 17 na quinta semana, com um total de seis semanas. A cada semana, as unidades de ensino tem que atingir um nível, contendo várias atividades, de acordo com determinação do responsável da escola.

A plataforma Khan Academy é utilizada pelas unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que trabalha em parceria com a Fundação Lemann. Para 2018, cerca de dez mil alunos da rede municipal devem utilizar a plataforma dentro e fora da sala de aula, em aproximadamente cem escolas.

O Desafio Khan Academy foi desenvolvido para professores e estudantes brasileiros do 1º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, que estejam matriculados numa escola regulamentada pelo MEC. Professores devem se cadastrar, inscrever seus alunos e recomendar vídeos, exercícios ou artigos de matemática e ciências, além de atividades de Mentalidade de Crescimento.

A Semed conta com cerca de 50 escolas municipais participando do desafio, envolvendo cerca de seis mil alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. O desafio iniciou no dia 19 de março e cada escola tem quatro atividades semanais.

Para o diretor, José Raimundo de Lima Castilho, a escola tem alcançado bons resultados com a plataforma, proporcionando chegar um nível alto de aprendizagem. “A escola começou ano passado com o projeto e este ano atingimos todas as nossas metas. O projeto tem surtido efeito, porque é uma ferramenta muito grande e ano que vem quando fizermos a Prova Brasil vamos ver o resultado em sala de aula”, disse.

O professor de matemática, Wilson Fabiano da Costa, é o responsável pelo projeto Khan Academy, junto com coordenador do Telecentro, Washington Luiz de Andrade. Segundo o educador, as atividades realizadas são de pesquisas, artigos, informações gerais, entre outras. Para ele, os alunos têm assimilado muito bem.

“Primeiramente essa plataforma está somando com o trabalho que executamos na escola, que é diferenciado. Essa plataforma trouxe uma forma melhor para que os alunos aprendam”, concluiu.

Há 10 meses participando do projeto Khan Academy, a aluna do 7º ano, Maria Eduarda Zacarias, 12, procura desenvolver todas as atividades passadas pelo professor. “Tem me ajudado bastante, porque estou aprendendo mais do que aprenderia normalmente na aula. Os vídeos estão auxiliando a entender melhor e os desafios estão sendo bem legais, estou evoluindo na minha aprendizagem de matemática”, finalizou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054