14/05/12 | 16:43
Escola Municipal Manoel Adriano promove ação social em homenagem ao Dia das Mães

Para comemorar o Dias das Mães, celebrado no último domingo, a Escola Municipal Manoel Adriano, localizada na Rodovia AM 010, Km 42, Ramal São Francisco, zona Rural, realizou o Mutirão da Saúde, ação dentro da programação para atender aos moradores das comunidades Nova Jerusalém, São Sebastião, São Francisco I e II.

A unidade educacional do município trabalhou em parceria com a comunidade de São Sebastião e o Hospital da Polícia Militar (PM), que atendeu cerca de 400 pessoas em vários serviços de atendimento, tais como: fisioterapia, exames médicos, psicológicos, enfermagem, bioquímicos, teste de glicemia, tipagem sanguínea, aplicação de flúor, dentre outros.

“Pelo fato de ser distante da cidade e difícil acesso, o deslocamento do comunitário até ao centro da cidade para pegar uma consulta médica e todos os trâmites demoram muito. Como diretor da escola fui até ao Comando Geral da PM para solicitar um mutirão de saúde para beneficiar a comunidade como um todo pela carência dos moradores que residem aqui”, explicou o diretor da escola, Júlio Marques da Silva.

A coordenadora da PM, Tenente Marineide, disse que a entidade mobilizou toda uma equipe para atender aos comunitários da melhor maneira possível. Os casos mais simples foram amenizados e os mais delicados encaminhados para um atendimento mais profundo, dependendo do caso da pessoa atendida.

“O diretor da escola nos procurou e prontamente o hospital da PM atendeu com apoio da equipe de saúde. Procuramos trazer os profissionais de várias áreas para resolver os problemas da comunidade que é carente e precisa desse cuidado”, argumentou.

O morador da comunidade de São Sebastião, Luís Carlos de Lima, 38, caseiro, pai de três filhos que estudam na Escola Municipal Manoel Adriano, ficou feliz ao ver seus amigos e familiares sendo atendidos. Segundo ele, é muito difícil alguém conseguir qualquer tipo de exame, devido à distância da localidade.

“É uma grande força para nós em receber toda essa estrutura de benefícios. Nós que moramos aqui, sentimos dificuldades de ter um médico para atender”, afirmou Lima.