11/03/20 | 15:53
Escola Municipal da zona Sul de Manaus realiza Jornada Pedagógica

Como forma de preparar o corpo docente da unidade para o início do ano letivo, a Escola Municipal Padre Mauro Fancello, localizada no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus, realizou nesta quarta-feira, 11/3, a jornada Pedagógica com as 10 competências da Base Nacional Curricular Comum (BNCC).

A unidade está em calendário especial, o ano letivo de 2019 encerrou em janeiro e por isso, as aulas deste ano iniciam nesta quinta-feira, 12/03. A escola trabalhará com aproximadamente 620 estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental Anos Iniciais.

A ideia de realizar a oficina, segundo a gestora, Leslye Anne Monteiro, é para começar 2020, que ela considera um ano com mais desafios, com um impulso para as atividades que ocorrerão.

“Estamos em calendário especial, que finaliza este ano, e para dar um novo gás trouxemos uma pessoa que pode falar das competências da BNCC com bastante propriedade, que é a Ana Cecília Marques (neuropsicopedagoga e professora universitária) Este ano, teremos muito mais trabalho, mas acredito que teremos mais sucesso que ano passado”, comentou.

A neuropsicopedagoga Ana Cecília Marques apontou que o cerne da BNCC é que o aluno seja protagonista, ou seja, construtor do seu processo de conhecimento, então, o professor é o mediador. Por conta disso, foram apresentadas as competências para os professores e a partir delas, criadas as estratégias.

“A escola hoje tem que trabalhar desde a educação infantil até o ensino médio essas competências. Estamos aqui para ver na prática como isso vai se dar em sala de aula. A BNCC tem algumas competências ligadas a conhecimento, algumas competências ligadas a comunicação e quatro ligadas a educação sócio-emocional”, explicou Ana, que reforçou que o professor deve abordar em sala de aula temáticas além da questão conteudista.

“O professor tem que trabalhar a questão da ética, solidariedade, valores humanos para que esse aluno tenha uma postura ética diante da sociedade”, concluiu.

Para a professora Josefina Gomes, que trabalhará com uma turma do 3º ano, a oficina é importante porque os profissionais necessitam sempre de atualização para poder realizar um bom trabalho.

“Sempre é preciso estudar mais a fundo porque na hora de planejar é bom focar no que sugere a BNCC. Eu sempre me vejo bastante focada, eu aprendi que é preciso conhecer profundamente no que está trabalhando”, declarou.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054