25/10/19 | 9:00
Escola Maria das Graças Vasconcelos realiza feira educativa ‘Eu faço parte!’

Alunos da Escola Municipal Professora Maria das Graças Andrade Vasconcelos, na Aldeia Infantil SOS, Alvorada 1, zona Oeste de Manaus, socializaram vivências e experiências em atividades trabalhadas durante o ano letivo em Feira Educativa ‘Eu faço parte!’. A ação ocorreu nesta quarta-feira, 23/10, na própria unidade de ensino.

Durante a Feira, os estudantes apresentaram projetos confeccionados nas oficinas de empreendedorismo sustentável, que participaram durante este ano, vendidos para a comunidade. Além das vendas, os alunos e familiares, também participaram de uma palestra sobre ‘Jogos e Brincadeiras populares’.

De acordo com a pedagoga da unidade, Paula Vasconcelos, a Feira Educativa é uma forma de conscientizar os futuros cidadãos sobre o consumismo.

“Esta é uma Feira de aprendizagem, produzida pelos alunos durante as oficinas e todo esse material será exposto e vendido. Esta venda é para trabalhar o indivíduo na integralidade e as necessidades do ato de comprar somente aquilo que é necessário, evitando que o cidadão se torne um consumista compulsivo”, explicou a pedagoga.

A unidade atende mais de 180 crianças do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. A turma da aluna, Maria Klara Piedade, 11, do 5º ano, fabricou sabão e sabonete, a partir da utilização de óleo, que seria descartado.

“Fazer sabão utilizando óleo, é muito fácil, o bom que não precisa gastar dinheiro. Em casa quando a minha mãe usa óleo para fazer comida, eu não deixo jogar fora, digo que é para colocar em uma garrafa, porque se jogar no ralo da pia, vamos prejudicar a natureza”, falou consciente, Klara.

Os pais e responsáveis participaram do evento e conheceram um pouco do trabalho realizado pela escola com os alunos. A dona de casa, Márcia Ferreira, mãe do aluno da Educação Especial, Victor Eduardo Ferreira, 7, do 1º ano, disse que ficou muito feliz com o empenho e acolhida dos profissionais da escola com os alunos e também com os pais.

“Esta escola é a extensão da minha casa, meu filho é autista e aqui encontrei profissionais capacitados na aprendizagem do meu filho e de todos os alunos. Eu nunca pensei que meu filho fosse ter um desenvolvimento tão bom, quando ele aprende um assunto novo, chega em casa comentando e eu já sei que foi trabalhado na escola”, comentou Márcia.

Já o palestrante e professor da rede, Otto Franco, conversou com os estudantes e levou para eles a experiência de brincadeiras antigas, que podem ser vivenciadas com os amigos da escola ou perto de casa.

“As pessoas que hoje têm mais de 30 anos, com certeza na infância brincavam na rua próximo de casa ou em áreas livres, hoje a gente observa que esse brincar está cada vez mais raro. Então, o meu objetivo é estabelecer uma pesquisa com essas crianças, por meio dos pais ou pessoas mais antigas, para que eles conheçam e pratiquem com os amigos”, disse o palestrante.

Texto: Érica Marinho

Fotos: Divulgação

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054