06/04/17 | 18:47
Escola da rede municipal de ensino de Manaus é a única da Região Norte reconhecida como Escola Transformadora

33037962484_88430a8e2e_zA Escola Municipal Waldir Garcia recebeu, na tarde desta quinta-feira, 6/4, o reconhecimento de Escola Transformadora, concedida pela organização internacional Ashoka em parceria com o Instituto Alana, organizações que trabalham o incentivo à busca de alternativas para o melhoramento social. Apenas 15 escolas, em todo o país, possuem essa certificação, sendo a Waldir Garcia a única unidade de ensino do Norte nesta lista.

O projeto Escolas Transformadoras é uma iniciativa da organização Ashoka, lançada em 2015, para identificar e apoiar escolas com práticas inovadoras na formação de crianças e jovens como agentes de transformação social. O objetivo da proposta é compartilhar as boas práticas e experiências de cada instituição de ensino e fortalecer a visão comum de que todos podem ser agentes de transformação do mundo, independente do espaço que ocupam.

Para receber o reconhecimento, a escola Waldir Garcia, que oferece Educação Integral para 206 alunos, de 1º ao 5º ano, apresentou sua proposta pedagógica e, nos últimos seis meses, passou por um rigoroso processo de avaliação dos responsáveis pelo projeto, com a realização de entrevistas por vídeoconferência, envio de relatório por escrito das atividades desenvolvidas pela unidade de ensino, apresentação de painéis sobre o trabalho realizado, além de receber visita dos avaliadores que puderam observar de perto o dia a dia da unidade, quando fizeram entrevistas com alunos e professores.

Para ser considerada uma Escola Transformadora, a instituição deve atender quatro critérios do programa: ter alinhamento com a visão de que todos podem ser transformadores; enxergar os alunos como sujeitos ativos de suas aprendizagens; demonstrar capacidade de inovação na aprendizagem oferecida, visando não apenas à educação formal; e ter condições para influenciar o ecossistema da educação no Brasil, trazendo novas soluções.

A subsecretária de Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Euzeni Trajano, que esteve em São Paulo para o anúncio e destacou a importância do reconhecimento vindo de organizações internacionais.

“Estamos muito felizes com o resultado. Isso representa para nós da Semed um grande avanço no conceito do que é de fato a educação transformadora e democrática, do impacto de liderança dessas escolas que conseguem inovar em suas práticas. A secretária Kátia junto ao prefeito Arthur Virgílio Neto, ao longo dos últimos anos, tem oferecido todo o apoio para que essas escolas inovem e desenvolvam uma metodologia e conceito de educação que vá além da sala de aula. A escola transformadora é aquela escola que de fato inclui e agrega”, disse, ressaltando ainda outros aspectos que estão elevando a qualidade de ensino nas escolas da rede municipal e transformando-as em referências.

Além do reconhecimento, as instituições que receberam o título de Escolas Transformadoras terão acesso à comunidade Ashoka, com mais de 3.000 empreendedores sociais espalhados pelo mundo, e à comunidade Alana. Elas também estarão conectadas com uma rede composta por representantes de diferentes segmentos, como academia, organizações sociais, institutos e veículos de comunicação.

A frente da gestão da escola Waldir Garcia há 12 anos, a gestora Lúcia Cristina Cortez ressaltou que receber o reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido pela unidade e um estímulo para continuar realizando-o, sempre pensando em trazer métodos novos que melhorem a educação oferecida.

“Receber esse reconhecimento é perceber que estamos fazendo um trabalho bem feito e, principalmente, estamos fazendo a diferença na vida das crianças que atendemos e da comunidade no entorno. Além do reconhecimento do trabalho em equipe que realizamos, essa certificação também vai nos possibilitar conquistar parceiros que possam nos apoiar para que continuemos desenvolvendo um trabalho de qualidade”.

A assessora pedagógica da Educação Integral da Semed, Alina Leão, a secretaria tem desenvolvido uma série de ações que possibilitam às escolas atingirem resultados positivos como o alcançado pela escola Waldir Garcia. “A Semed tem disponibilizado pessoal capacitado que oferece a estrutura de funcionamento de escola não apenas de Educação Integral, mas em todas as unidades de ensino, onde a ideia é, cada vez mais, que os estudantes assumam um papel central. Para isso a secretaria desenvolveu uma proposta pedagógica e um currículo escolar que apoie não apenas o ensino tradicional, mas voltados para o desenvolvimento de todas as habilidades e necessidades humanas”.

Quem são as instituições

A Ashoka é uma organização mundial, sem fins lucrativos, pioneira no campo da inovação social, trabalho e apoio aos Empreendedores Sociais – pessoas com ideias criativas e inovadoras capazes de provocar transformações com amplo impacto social. Criada em 1980 pelo norte-americano Bill Drayton, a Ashoka cunhou o termo Empreendedorismo Social e o caracterizou como campo de trabalho. Seus primeiros focos de atuação foram Índia e Brasil e hoje está presente em mais de 85 países.

O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em projetos que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, o Instituto conta hoje com projetos próprios, com parceiros e é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.

 

Texto: Martha Bernardo

Fotos: Karla Vieira/Semcom

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054