11/08/22 | 15:37
Escola da Prefeitura de Manaus realiza ‘Dia da Motivação da Leitura’

Para trabalhar o “Dia da Motivação da Leitura”, a escola municipal Jornalista Sabá Raposo, da Prefeitura de Manaus, localizada no bairro Monte das Oliveiras, na zona Norte da cidade, promoveu, nesta quarta-feira, 11/8, uma programação especial. O evento contou com a participação dos alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental e de toda a comunidade escolar. Os alunos fizeram apresentação de música, poesia e teatros.

A Prefeitura de Manaus instituiu o dia 11 de agosto como o “Dia da Motivação da Leitura”, que tem como tema “Ler é legal a qualquer hora”. Para desenvolver a ação, as unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed) devem promover um trabalho pedagógico que envolva todos os alunos, a fim de conscientizá-los sobre a importância da leitura e o cuidado com o manuseio dos livros e gibis.

De acordo com o gestor da unidade, Raimundo Solart, durante toda a semana, as professoras desenvolveram algum tipo de atividade com os alunos. “Hoje estamos realizando a culminância de tudo que foi trabalhado durante esta semana com os alunos. Desenvolvemos ações de incentivos à leitura, por meio de dramatizações, músicas e hoje apresentamos tudo o que as crianças aprenderam”, informou o diretor.

A aluna Raphaela Cortesão, 11, do 5º ano, narrou a história da Chapeuzinho Vermelho. Para a aluna, ler é muito importante. “Eu gosto muito de ler. A professora incentiva muito a gente, sempre pego na biblioteca um livro e levo para casa, eu já estou quase acabando a leitura de um”, disse Raphaela.

O assessor pedagógico da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte, Alessandro Saraiva, que também é escritor e músico, participou da ação e contou histórias, cantou várias músicas e ainda conversou com as crianças sobre a importância da leitura na vida de cada um.

“Quando eu era pequeno, a escola me deu oportunidade de conhecer vários escritores e atiçou o meu desejo de conhecer o mundo da leitura. Então, hoje eu quero fazer isso por essas crianças, devolvendo para elas o que eu tive, o meu trabalho de músico e escritor e que isso seja um incentivo para todos”, finalizou Alessandro.

— — —

Texto – Érica Marinho / Semed

Fotos – Eliton Santos / Semed