25/07/17 | 12:37
Escola da DDZ Centro-Sul passa por reforma

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) aproveitou o recesso escolar para iniciar obras de reparo em 19 unidades de ensino. Uma delas é a Escola Municipal Doutor João Queiroz, localizada na Rua Santos Dias, bairro Cidade Nova II, zona Norte de Manaus, a qual teve os trabalhos iniciados no dia 25 de junho.

A escola estava desde 2005 sem passar por reforma, contando com pequenos reparos rotineiros. O chefe do Departamento de Engenharia, Alan Miranda, fala sobre os trabalhos que são realizados na escola. “Os serviços realizados são de pintura geral, troca de forro, colocação de tela, intervenção nas partes elétrica e hidráulica e limpeza de fossa. Futuramente, pretendemos fazer outras melhorias na escola”.

A intenção da manutenção é melhorar o ambiente de ensino, tanto para os alunos quanto para os profissionais, além de contribuir para a economia nos gastos com luz e água. O secretário escolar, Manoel França, conta que a reforma já era desejada pelo corpo discente e docente da escola. “Estávamos precisando de uma reforma geral. A comunidade vai ganhar muito com essa reforma também”, concluiu o secretário.

Foram realizadas reformas na parte elétrica, como troca de lâmpadas e reatores, limpeza da caixa de gordura, substituição dos mictórios e portas do banheiro dos alunos, troca dos forros das  salas de aula e pintura de toda a escola. Para a professora de Ciências, Marcicleide Brito, uma reforma traz benefícios para saúde e melhora a qualidade do processo de ensino aprendizagem. “Agora os alunos estão podendo observar a mudança e não estão com dificuldade em enxergar o que está na lousa, então um ambiente saudável ajuda bastante no desenvolvimento do aluno”, afirmou a professora.

Após a reforma a gestora da escola, Eliane Bizantino, conta que já iniciou um processo de sensibilização junto aos alunos para que todos cuidem e mantenham o ambiente limpo e saudável. “ Ontem mesmo nós já começamos uma campanha de conscientização, passando na sala e conversando com os alunos a respeito da preservação do ambiente que eles precisam manter, já que cobramos tanto por essa reforma, agora é hora de todos cuidarem”, disse Eliane. A aluna Maria Elizabete Silva, do 8º ano do Ensino Fundamental, garante que vai cuidar da escola e chamar a atenção de quem riscar as paredes, ou quebrar uma cadeira ou vidros. “É necessário que todos entendam que nós precisamos cuidar da nossa escola, que uma cadeira quebrada é mais um aluno que vai ficar sem estudar e que é difícil conseguir cadeiras, lâmpadas, por isso precisamos vigiar uns aos outros”, enfatizou Elizabete.

 

Texto: Érica Marinho e Alexandre Abreu

Fotos: Lton Santos e Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054