11/07/17 | 17:30
Escola celebra 133 anos da Abolição da Escravidão no Amazonas

No dia 10 de julho de 1884 o governador da Província, Theodoreto Carlos de Faria Souto, decretou a extinção da escravatura no estado do Amazonas. Para celebrar os 133 anos dessa conquista, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), realizam a partir dessa segunda-feira, 10/07, uma série de atividades que incluem exposições, palestras entre outras apresentações com o tema “Racismo é crime – Diálogos sobre a Abolição da Escravatura – Mitos e Verdades”.

Na abertura do evento, no dia 10, a professora doutora em história Patrícia Sampaio esteve no auditório do Palacete Provincial, localizado na Praça Heliodoro Balbi, no Centro, e realizou uma palestra com o tema “O Negro no Amazonas”. No dia 11, pela manhã, foi a vez dos professores Círio Dantas da Seduc e Lídia Helena, assessora em história da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed, apresentarem trabalhos sobre os mitos e as verdades da presença negra no Amazonas. Ainda pela manhã, alunos da Escola Municipal Waldir Garcia realizaram a apresentação do boi da escola, o Garcioso, na Praça Heliodoro Balbi. Cerca de 80 alunos da escola estiveram presentes e 20 desses, participaram da atividade.

O evento continua até a quinta-feira, 13/07, com atividades em vários cantos da cidade, como no posto 700, na Avenida Djalma Batista e na Escola Estadual Hilda Tribuzy, localizada na Cidade Nova.

Lídia Helena relembra a importância de comemorar essa data, principalmente pela vanguarda do estado, e que a construção da sociedade amazonense se deu justamente da mistura de diversas culturas. “É preciso dar visibilidade a esses momentos históricos que nos são peculiares e participar na construção dessa nova historiografia, onde desconstruímos mitos como o de que isso aconteceu porque no Amazonas não tinha negros. Tinha e tem, além de indígenas e brancos, e participaram de toda construção da nossa história e identidade. A Secretaria Municipal de Educação, sempre primando por uma educação de qualidade, pautada na cultura de paz, é sempre protagonista nessas desconstruções/construções que inovam nas abordagens”, concluiu.

Texto: Alexandre Abreu

Foto: divulgação da escola.

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054