26/04/13 | 16:49
‘Escola Aberta’ passa a oferecer mais serviços à população

As ações do Programa Escola Aberta nas unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed) terá um foco mais no lado social durante o ano. Além das atividades esportivas e culturais já realizadas, parcerias com órgãos públicos irão oferecer, a partir do próximo mês, serviços de orientação jurídica e cursos profissionalizantes serão oferecidos.

Na manhã desta sexta-feira, no auditório da Semed, foi feito o lançamento oficial das ações do Programa Escola Aberta que serão realizadas de maio a dezembro. O evento foi coordenado pelo Secretário Pauderney Avelino. O professor e psicólogo João Roberto Araújo ainda ministrou a palestra ‘Educação Emocional e Social – Um diálogo sobre arte, violência e paz’.

O objetivo do novo foco das ações do programa é fortalecer os laços entre comunidade e escola, promovendo a cultura de paz, onde pais e alunos têm acesso a espaço público saudável longe da violência e drogas.

“Queremos que a comunidade e a escola caminhem próximas, e para oferecer os vários serviços que nos propomos estamos com parceria com vários órgãos públicos, como: Semsa (Secretaria Municipal de Saúde), Ministério Público, Polícia Militar e SINE (Sistema Nacional de Empregos)”, disse a Chefe da Divisão de Apoio à Gestão Educacional, que coordena o programa, Jussara Marques.

A diretora da Escola Municipal Francisca Pergentina, Júlia Cunha, diz que as atividades do Programa Escola Aberta contribuem de maneira significativa, para retirar os jovens do Zumbi II (onde a unidade de ensino está localizada) da violência e das drogas.

“No nosso bairro há uma carência de espaços de lazer e, se não fosse o Escola Aberta, vários jovens já poderiam estar na criminalidade. Hoje, nosso principal foco é tirar o aluno da rua e aproximar os pais da escola. Nos oferecemos 12 atividades. Enquanto a criança joga futebol a mãe faz curso de culinária, por exemplo”, encerrou.