30/03/16 | 10:54
GEJA lança selo ‘Aprendiverso’ para incentivar alunos do Ensino Noturno

XI EDEN Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (12)Alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de Ensino de Manaus terão uma nova forma de aprender neste ano com o projeto Selo Educacional Aprendiverso. O objetivo é desenvolver atividades educacionais em diversos ambientes escolares, como o uso dos laboratórios de informática, bibliotecas, telecentros, entre outros meios que são disponibilizados nas unidades escolares.

A ação foi lançada durante a 11ª edição do Encontro dos Diretores do Ensino Noturno (Eden), realizado na noite desta terça-feira, 29, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), localizada no bairro Parque 10, zona Centro-Sul.

O encontro, promovido pela Gerência de Educação de Jovens e Adultos (GEJA), acontece desde 2010, reunindo gestores escolares que atuam no turno noturno e tem o objetivo de trabalhar a liderança dos diretores nos processos de gestão educacional, fazendo com que eles levem até os alunos reflexões e ações para a construção de conhecimentos e motivando os alunos a se manterem ativos na escola.

XI EDEN Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (8)Para a subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Euzenir Trajano, o lançamento das atividades do selo foi importante para ajudar ainda mais no processo de ensino aprendizagem. “É um selo de qualidade para aquele gestor possa sistematizar as ações, por meio de projetos trabalhados em vários ambientes das escolas, como as bibliotecas, entre outros, utilizando o uso desses espaços com atividades pedagógicas relacionadas as disciplinas na educação de jovens e adultos”, explicou.

Selo Educacional

O Projeto Selo Educacional Aprendiverso visa uma troca de experiências entre professor e aluno, trabalhando saberes locais e universais favorecendo a aprendizagem. As atividades do projeto poderão ser realizadas em biblioteca, quadra, telecentro, auditório, pátios, entre outros locais da escola que ofereçam condições de uso para o ensino.

XI EDEN Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (1)“As escolas que conseguirem melhorar a aprendizagem de todos os seus estudantes, sejam os que precisam de cuidados educacionais ou excelência e conseguirem utilizar o ambiente da escola, receberá no final do ano um selo educacional Aprendiverso”, explicou o gerente do GEJA, Weyder Ricardo Bindá Afonso.

Um dos participantes do encontro, o diretor Arnaldo Lima, da Escola Municipal Antônio Medeiros, do bairro da União da Vitória, que trabalha com cerca de 200 alunos da EJA, disse que realiza seu trabalho com a experiência de outras unidades que tiveram resultados positivos, principalmente, agora com o advento do selo para dar outros rumos ao ensino noturno.

“O selo vai dinamizar as atividades da escola, vai fazer com que a escola toda se mobilize em buscar os melhores resultados e prática de ensino para que todos consigam ter o direito de ler e escrever. Nós estamos numa expectativa muito grande para qualificar a escola, pois temos excelentes escolas do ensino noturno que precisam dessa certificação para fortalecer o trabalho da gestão, da equipe administrativa e dos professores”, afirmou.

Durante o 11º EDEN, os diretores assistiram à palestra ‘Gestão da Aprendizagem: Assumindo o compromisso da alfabetização e do letramento como direito de todos’, ministrada pelo professor Weyder Bindá, gerente da GEJA.

 

Texto: Paulo Rogério e João Pedro Figueiredo

Foto: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054