13/10/15 | 19:19
Educadores discutem nova proposta preliminar da Base Nacional Curricular de Ensino

IMG_4806Assessores pedagógicos, chefes e gerentes de Departamentos e das Divisões Distritais Zonais, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reuniram-se na tarde desta terça-feira,13, para discutir e conhecer a proposta preliminar da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), escrita por um grupo de especialistas, professores e representantes das secretarias estaduais e municipais de educação de todo o País, em setembro de 2015. A reunião aconteceu no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da secretaria, na Zona Centro-Sul de Manaus. Além de técnicos da Semed, participaram representantes de Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

A proposta busca a padronização de, pelo menos, 60% do currículo da educação básica, além de assegurar que todo estudante brasileiro tenha o direito à aprendizagem de conhecimentos fundamentais, com equidade em todo o sistema educacional, independente da esfera de ensino. A Subsecretaria de Gestão Educacional da semed, Euzeni Trajano, falou da importância de discutir currículo da educação básica.

“A última revisão e discussão sobre proposta da base curricular aconteceu em 1996. Desde lá, passaram-se quase 20 anos. Hoje, há questões que já foram superadas e que precisam ser revistas. Mudou muita coisa, principalmente as formas de avaliações. A partir desta discussão, poderá ser feita a inclusão ou supressão de conteúdos, novas metodologias de ensino, a discussão sobre o suporte tecnológico utilizado dentro de sala de aula, dentre outras peculiaridades, dependendo da modalidade de ensino e região ”, salientou a subsecretaria.

Toda a discussão e os encaminhamentos de como os municípios e Estados devem agir em relação a proposta são feito em comum acordo com o Comitê Estadual de discussão sobre a BNC. A Semed, juntamente com a Seduc e outras instituições, começou a fazer parte deste comitê no dia 6 de outubro deIMG_4835 2015.

A reunião teve o objetivo de apresentar o documento da proposta preliminar e disseminar as informações repassadas, segundo a gerente de Formação Continuada da DDPM/Semed, Roseane Xavier, que participou de uma reunião na Seduc, onde foram discutidas as propostas em nível estadual.

“Neste encontro, será dado o direcionamento sobre o documento para os gerentes e técnicos da Semed. Em seguida, estes profissionais que estiveram aqui verão a melhor forma promover momentos de discussão e disseminar as informações repassadas na tarde hoje, em suas respectivas DDZs”, afirmou a Roseane.

O documento da proposta preliminar está disponível, para consulta pública, no site basenacionalcomum.mec.gov.br. Nele, toda a sociedade poderá IMG_4822acessar e mandar sugestões de mudanças, até dezembro de 2015. O MEC receberá todas as sugestões e produzirá a versão final do documento até junho de 2016.

A discussão será feita em até novembro em toda rede de ensino e envolverá todos os personagens, ou seja, professores, gestores, assessores pedagógicos e demais educadores da secretaria. Em seguida, a Semed reunirá todas as sugestões e ideias para mandar ao Ministério da Educação.
Segundo Roseane este é o momento em que todos podem contribuir. “A participação de todos é importante para a qualidade do documento final. Professores, gestores, especialistas e famílias têm a chance de ajudar a decidir qual é o aluno que queremos formar na escola”, esclareceu.

Texto: Emerson Felipe
Fotos: Deilson Lima

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054