03/01/18 | 14:57
Educadores das escolas municipais do Rio Negro participam de jornada pedagógica

Iniciou, nesta terça-feira, 2/1, a Jornada Pedagógica destinada a professores, pedagogos, diretores e administrativos de 29 unidades de ensino da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), localizadas no Rio Negro. No total, 118 educadores vão trabalhar, até sexta-feira, 5/1, temas relacionados nas áreas administrativas, pedagógicas e infraestrutura e logística.

A jornada está sendo realizada já pensando na abertura do ano letivo das escolas do Rio Negro, que será na sexta, com o início das aulas de mais de dois mil alunos da Educação Infantil e do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, na segunda-feira, 8/1.

O coordenador pedagógico da DDZ Rural, Odonias Neves Lins, ressaltou a importância da jornada, para que os educadores adquiram conhecimento de como realizar um trabalho proveitoso em todas as vertentes.

“Essa jornada são as orientações gerais. Vamos especificar tudo que vai acontecer, desde o preenchimento do diário de classe, até o transporte escolar, abrangendo as três gerencias, ou seja, administrativa, pedagógica e de infraestrutura”, explicou.

Com aproximadamente 55 alunos de Educação Infantil, 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (Eja), o diretor Francisco Sousa da Silva, da Escola Municipal Silvio Romero, na comunidade do Baixote, considera importante o encontro antes do início do ano letivo.

“Esse encontro vem para contribuir, abrir novos caminhos, incentivar e trazer todas as orientações básicas e gerais para abertura do ano. A Educação Rural é desafiadora por ser dinâmica. Temos experiência para contribuir nesse debate e troca de ideias”, disse.

De acordo com a professora Inês Silva Vasconcelos, da Escola Municipal Canaã II, localizada na comunidade do Julião, no Tarumã Mirim, é fundamental a realização da jornada, porque todas as informações irão ajudar no trabalho pedagógico com os 70 alunos da Educação Infantil e do 1º ao 9º ano.

“O trabalho da Rural é diferenciado em relação à Urbana, porque nos trabalhamos com turmas multisseriadas. Portanto, o professor tem que está dentro do conhecimento da Educação do Campo e da área Ribeirinha”, salientou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054