26/02/15 | 15:03
Educação indígena é pauta de encontro nacional em Manaus

Para promover a socialização de experiências e saberes dos povos indígenas no campo político, educacional, econômico e social, ocorre até esta sexta-feira, 27, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed) o 10º Encontro Nacional Sobre Leitura e Escrita em Sociedades Indígenas (Elesi). O evento é uma parceria entre a Semed, Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e outros órgãos e entidades que trabalham com a cultura e educação indígena.

“Saberes Tradicionais, Diversidade Cultural e Educação Escolar Indígena: Uma Relação Homem e Natureza” é o tema do evento, que terá palestras, mesas redondas e momentos para a discussão de importantes assuntos relacionados a educação escolar indígena. No Encontro também serão apresentadas as ações da secretaria em torno deste tema. A chefe da gerência de Educação Indígena da Semed, Meire Lane, será uma das profissionais com esta responsabilidade.

“Vamos mostrar o trabalho que desenvolvemos em torno da educação indígena na zona urbana e rural da capital por meio dos relatos de experiências que serão feitos por professores indígenas e de pessoas que desenvolvem ações ligadas a temática indígena em suas respectivas comunidades e etnias. Outro ganho que teremos com o evento é a possibilidade de estreitar laços com instituições que trabalham com educação escolar indígena”, frisou.

Para a subsecretária de Gestão Educacional de Semed, Ana Falcão, o Encontro é um momento importante para todo o Amazonas, em particular para os educadores do Município.  “É a oportunidade que nossos professores indígenas terão para discutir, debater e estar ampliando seus conhecimentos sobre a cultura indígena. Nós nos sentimos honrados por estarmos participando de um evento desta magnitude”.

Parceiros

O evento é organizado por várias instituições que trabalham com projetos e atividades acerca da educação escolar indígena. Uma delas é a UEA. Adria Simone, que é pedagoga e mestre com ênfase em educação escolar indígena e uma das coordenadoras do evento pela UEA explicou sobre o Encontro.

“Nos só conseguimos realizar um evento como este graças ao envolvimento e a dedicação de várias instituições. Cada uma teve um papel muito importante para que ele pudesse acontecer”.

A abertura contou com a participação de diversos professores  indígenas da Semed. Entre eles, a professora da Associação de Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro ( Amarn), Clarice Gama Arbela. “Vejo este encontro como um marco para educadores da Semed, pelo fato de reunir pessoas de todo o Brasil que falarão sobre suas experiências, trazendo inovações, novas abordagens e conhecimentos acerca da temática trabalhada, além de doutores e de pessoas que têm um vasto conhecimento sobre o assunto. Com isso só tenho a enriquecer minha formação e dizer muito obrigado pela secretaria por estar colaborando para que este evento aconteça”, disse

O Elesi acontece a cada dois anos em diferentes regiões do Brasil. A edição deste ano é a primeira a ser realizada no Norte do país.

 

TEXTO: Emerson Felipe

FOTOS: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunixação

(92) 3632-2054