18/11/15 | 10:00
DDZ Norte realiza 1º Seminário voltado ao Ensino Noturno

Esc. Mul. João Braga I Seminário Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (8)Com o tema “Aprendizagem por Competências na Educação de Jovens e Adultos”, a Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou na noite desta terça-feira, 17, o 1º Seminário do Ensino Noturno. O evento aconteceu no auditório da Escola Municipal Engenheiro João Alberto Menezes Braga, localizada no bairro Vale do Sinai, mesma zona da divisão. Apresentações culturais e relatos de experiências fizeram parte da programação, reunindo aproximadamente 150 pessoas, entre gestores, professores, pedagogos e alunos das unidades educacionais da Divisão.

Segundo a Gerente Pedagógica da DDZ Norte, Elayne Teófilo, o seminário teve o objetivo de sociabilizar as práticas pedagógicas do Ensino Noturno deste ano, que difere no ensino diurno. “Ele possui peculiaridades distintas, um fazer pedagógico específico e um método de ensino diferenciado. Portanto, um olhar e um jeito totalmente oposto do diurno. Desta forma, decidimos fazer este momento, com sinal de valorização a todos gestores, assessores pedagógicos, pedagogos e demais pessoas que ao longo deste ano foram comprometidos e desenvolveram algum tipo de atividade voltada para o Ensino Noturno”, destacou.

Esc. Mul. João Braga I Seminário Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (12)Durante o evento, os gestores das escolas municipais João Goulart e Ana Sena Rodrigues expuseram as experiências exitosas realizadas em suas respectivas unidades, frente as suas dificuldades e desafios distintos. A primeira unidade destacou o uso dos indicadores de qualidade na Educação de Jovens e Adultos (EJA) para o sucesso de aluno do período noturno. A segunda descreveu como obteve bons resultados em virtude da violência encontrada no Ensino Noturno, pelo fato da escola está situada em uma área de risco, conquistando boa frequência e a permanência dos alunos durante as aulas.

Na ocasião, o professor de Matemática Antônio Delfino, da Escola Municipal Dom Milton Correa Pereira, demostrou como a disciplina envolvendo cálculos é trabalhada com seus alunos. O educador descreveu como trabalha a matéria de forma atrativa e qual é o impacto deste método em sala de aula.

Esc. Mul. João Braga I Seminário Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (7)Para trabalhar a temática, o chefe da Gerência de Educação de Jovens e Adultos (GEJA) da Semed, Weyder Bindá Afonso, ministrou uma palestra abordando os elementos de aprendizagem por competências, no que tange a capacidade de leitura, escrita e o uso da matemática. Segundo ele, a atividade propôs um momento de análise do fazer pedagógico voltado para o noturno.

“Este seminário é uma reposta que a divisão faz ao trabalho realizado nesta área de abrangência. Ele qualifica todas as atividades e ações voltadas para ensino noturno realizadas pela escolas, divisões e da própria Semed. A iniciativa oportuniza um momento de reflexão sobre a nossa pratica pedagógica e está colada de êxito desde seu pensamento, porque reúne pessoas para pensar de forma integrada o que podemos fazer para melhorá ainda mais o ensino noturno na rede municipal de ensino”, afirmou.

Esc. Mul. João Braga I Seminário Ensino Noturno - Fotos Rodemarques Abreu (15)A subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Euzeni Trajano, também foi prestigiar a atividade. Ela, assim como professor Weyder, elogio a ação.

“Estes momentos são ricos e importantes, porque nos ajuda a pensar em uma educação noturna com mais qualidade. Nos ajuda a pensar em medidas para aumentar a qualidade de ensino no noturno, verificar onde podemos concentrar esforços para alcançarmos este resultado. Além disso, é importante para mostrarmos as escolas que valorizamos todo o esforço e empenho que têm no ensino noturno. Portanto, só tenho a dizer que estão de parabéns pela iniciativa”, parabenizou.

O evento ainda serviu para expor o projeto “Exposição Círculo de Leitura e Escrita na EJA”. O projeto tem o objetivo de estimular, de forma criativa, a pratica da leitura e escrita entre os alunos do 1º segmento da EJA, por meio da confecção de desenhos, frases, textos poéticos, dissertativos, biográficos narrativos e autobiográficos.

Atualmente, a divisão conta com 101 educadores e atende 2.063 alunos no 1º Segmento (do 1º ao 4º do Ensino Fundamental) e 2º Segmento (do 6º ao 9º ano) no ensino noturno, em oito unidades de ensino.

Texto: Emerson Felipe
Foto: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054