17/08/12 | 17:37
Democratização digital chega às escolas municipais

O acesso público e gratuito às tecnologias da informação já estarão disponíveis nas 219 escolas municipais que receberão os telecentros.

Nesta quinta-feira, (16), a Escola Mul. Gov. Plínio Ramos Coelho localizada no bairro Gilberto Mestrinho recebeu o 118° telecentro. A solenidade contou com a presença do Subsecretário de Administração e Finanças da Semed, Luiz Fabian Pereira, representantes da DRE VI, gestores, professores, alunos e comunitários.

O Subsecretário dirigiu-se no primeiro momento aos alunos explicando os benefícios e a utilidade do telecentro na vida escolar dos mesmos.

“O Telecentro trará segurança e economia aos pais e alunos, pois será um local gratuito para o uso da internet e a realização de pesquisas escolares. Um espaço voltado também para o entretenimento no qual os alunos poderão acessar blogs e jogos. Os professores poderão utilizar o espaço como recurso pedagógico e será uma grande oportunidade de aprendizado para os pais e comunitários”, explicou o Subsecretário.

Para o gestor da escola, Ivonelson Domingues , o telecentro é mais uma ferramenta para alavancar a qualidade do ensino.

“Um laboratório dessa natureza permitirá que os alunos tenham contato direto com a tecnologia e o manuseio a sites de cunho acadêmico. Desmistifica o uso da internet apenas para sites inadequados orientando-os a utilizarem da melhor forma possível. A grandiosidade do telecentro é permitir que muitas pessoas que nunca tiveram oportunidade de aprender informática tenham o primeiro contato na escola de seu filho. Além de integrar de uma forma dinâmica a escola, alunos e comunitários”, conceituou o gestor.

O Coordenador do Telecentro, Mário Ribeiro Pinto, vê a unidade como uma ferramenta de troca de conhecimentos.

“Fala-se muito atualmente em inclusão digital e quando isso é efetivado a comunidade só vem a ganhar. Com o telecentro teremos a comunidade mais próxima, além de atender os alunos daremos oportunidade aos pais e comunitários de estarem presentes no ambiente escolar. Estamos entusiasmados com o projeto e trabalhando para que ele dê certo”, ressaltou o coordenador.

“Teremos uma sala para fazer nossas pesquisas escolares e não precisaremos mais frequentar as lan houses. Com a internet descobrimos muitas coisas que não sabemos e isso enriquece nosso aprendizado”, enfatizou a aluna do 8° ano, Miriã da Silva Albuquerque, 13.

Para a mãe de aluno e comunitária Silvia Maria, 31, com o telecentro ela não terá mais preocupação de ver sua filha em lan house. “Esse laboratório será muito importante para os alunos fazerem suas pesquisas sem precisar ir mais às lan houses. Tinha que pagar toda vez que a minha filha fazia uma pesquisa, agora ficará mais seguro e barato”, afirmou Maria.

A Escola Mul. Gov. Plínio Ramos Coelho atende 850 alunos do 3° ao 9° e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Tem como projeto principal “Dois é +” que trabalha o reforço enfatizando a disciplina de matemática e letramento.