31/08/12 | 13:09
DEF entrega premiação aos novos Disseminadores de Educação Fiscal

A Divisão de Ensino Fundamental, por meio da Coordenação da Educação Fiscal da Semed realizaram nesta quarta feira (29), o encerramento do “Curso Online Disseminadores de Educação Fiscal do Programa Nacional de Educação Fiscal – PNEF”, que constitui a principal etapa do processo de formação dos professores que passam a ser os disseminadores dos conhecimentos acerca da educação fiscal. A formação teve a duração de três meses, propiciando aos alunos e professores da rede de ensino uma educação mais ética e cidadã.

A Secretaria Municipal de Educação inscreveu neste ano 239 educadores perfazendo 11 turmas coordenadas por tutores formados pela Escola de Administração Fazendária/ESAF. Ao final do curso foram aprovados 169 alunos, que concluíram com êxito este desafio que teve mais de 70% de aprovação.

Para uma das coordenadoras do curso de educação fiscal da Semed e assessora de educação fiscal da – DEF, professora Marlyomar Pollares, diz que o principal objetivo deste curso é que ao final os novos disseminadores sejam propagadores da educação fiscal em seus ambientes escolares e familiares.

“Os novos disseminadores terão um papel muito importante. A Principal função é sensibilizar e informar as demais pessoas sobre tributos, notas fiscais, impostos e comprovantes de compras e como eles podem influenciar para terem uma vida mais digna. Sinto-me feliz por estar ajudando na formação de um país mais justo e organizado”, disse.

Ex-aluna do curso de disseminadores e professora de ciências da Escola Municipal Agenor Ferreira lima, Cislen Souza, falou que o curso foi muito importante em sua vida e que hoje ajuda outras pessoas, principalmente, crianças a terem uma consciência mais crítica a respeito dos seus direitos fiscais.

“É importante que as crianças saibam desde cedo que são colaboradores para uma educação fiscal mais responsável e fiscalizadora. Em sala tento fazer com que os alunos tenham uma consciência mais madura a respeito desse assunto (educação fiscal) e, também, como os mesmos devem agir diante de algumas irregularidades, como, sonegação de impostos, notas fiscais e qualquer outra coisa que esteja voltada para aplicação de dinheiro público por meio de impostos”, falou a ex-aluna e professora.

Segundo o coordenador do Grupo Estadual de Educação Fiscal, Augusto Bernardo, devemos estar atentos sobre como os impostos estão sendo devolvidos a sociedade.

Ele enfatizou, também, que os impostos pagos por todos nós, são devolvidos a toda população em outro momento em forma de serviços públicos.

A proposta do curso de educação fiscal é mostrar a qualquer pessoa, principalmente os servidores públicos (professores) como é importante disseminar o conhecimento e informações a respeito de seus direitos e deveres como cidadão.

Aluna do curso de educação fiscal e gestora da Escola municipal Prof.ª Noêmia Santana do N. da Costa, disse que os alunos tem um papel fundamental no processo de conscientização fiscal.

“É importante os alunos saberem dar valor a uma nota fiscal, entender como os tributos pagos por impostos são aplicados na educação e na saúde. E o mais gratificante de tudo isso, é quando vemos que essas crianças se tornam colaboradores da educação fiscal”, falou a gestora.

O curso

A formação de educação fiscal começou no ano de 2004, inicialmente em quatro unidades escolares com nove disseminadores. De 2004 para 2012 houve várias formaturas e hoje há 1006 educadores – disseminadores de Educação Fiscal, atuando em 255 espaços escolares da rede municipal.