19/10/18 | 15:52
DDZ Rural realiza final do 1º Concurso Gastronômico Manipuladora MasterChef

A Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural realizou, na manhã desta sexta-feira, 19/10, a final do 1º Concurso Gastronômico Manipuladora MasterChef. Cinco pratos, preparados pelas manipuladoras de alimentos que atuam nas escolas da rede municipal de ensino, com itens normalmente utilizados na merenda escolar, concorreram na disputa, que aconteceu na Escola Municipal Maria Leide Amorim, localizada na comunidade São João, quilômetro quatro da BR-174.

O concurso foi criado pela divisão com o objetivo de incentivar a criatividade, incentivar o trabalho das manipuladoras e diversificar o cardápio da alimentação escolar, utilizando os alimentos de forma criativa.

A ideia da competição surgiu após os resultados da Pesquisa de Clima Organizacional, realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), que buscou identificar fatores que influenciam positivamente o ambiente de trabalho, tornando a rotina mais produtiva e satisfatória para o servidor.

A disputa foi dividida em categorias de pratos salgados e doces e os avaliadores levaram em consideração se eles eram nutritivos, criativos, práticos, originais, com boa aparência e fácil de servir aos alunos. No cardápio estavam pratos como milkshake de goiaba, feijão tropeiro, caldo de pichorra (macaxeira e frango), bolinho de arroz com recheio de peixe, entre outros.

Prato vencedor

Com um bolinho de arroz e pirarucu, a manipuladora de alimentos Conceição Duarte, da Escola Municipal Oscarina Falcão, localizada no Ramal do Buruti, foi a grande vencedora do concurso. A profissional falou sobre a experiência proporcionada pela iniciativa da DDZ.

“É muito bom se sentir valorizada e poder participar com minhas colegas de profissão. No começo (do concurso) relutei um pouco para participar, mas a diretora da escola me ajudou e só tenho a agradecer”.

Os participantes receberam troféus, premiação e um certificado de honra ao mérito. A chefe da DDZ Rural, Edilene Pinheiro, ressaltou a importância do concurso para a valorização das profissionais.

“O concurso merece destaque como uma ação positiva, assim como o empenho das manipuladoras que chegaram até aqui apresentando seus trabalhos. Elas se doam muito, trabalham e se dedicam para fazer uma comida de qualidade”, frisou.

Um dos jurados do concurso, Hudson Mota, chefe do distrito Centro Sul do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), falou sobre a importância das profissionais estarem motivadas para atender os alunos.

“Podemos classificar esse evento como muito importante, além de ser agente de trânsito, também fui educador, e sempre valorizamos essas profissionais. Muitas das vezes crianças que chegam nas escolas fazem sua primeira refeição do dia e essas pessoas que trabalham para que nossos estudantes possam ter qualidade de vida e suprir suas necessidades”, salientou.

 

Texto: Patryck Vieira

Fotos: Érica Marinho

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054