26/08/16 | 15:54
Daiane dos Santos leva mensagem sobre preservação para alunos de escola municipal de Manaus

26-08-16.Projeto Furnas Educ com a ginasta Daiana dos Santos.Foto.Altemar Alcantara.Semcom.Primeira brasileira a conquistar um mundial na ginástica artística, Daiane dos Santos visitou, na manhã desta sexta-feira, 26, a Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, no Centro, onde conversou com alunos da unidade de ensino sobre o uso consciente da energia elétrica e outros temas ligados à preservação do meio ambiente.

A atividade foi coordenada pelo Programa Furnas Educa, da estatal de produção de energia ligada a Eletrobrás e ao Ministério das Minas e Energia, que tem percorrido o Brasil conscientizando estudantes do 1º ao 5º ano da rede pública sobre a temática.

O grupo do Furnas Educa reuniu as crianças no ginásio do colégio para atividades lúdica. Em uma das brincadeiras, os pequenos cantaram músicas que ensinavam lições como a de que não se pode tocar na tomada com as mãos molhadas, que não é aconselhável ligar vários aparelhos em uma única extensão, e principalmente o perigo de queimadas próximas a redes de energia elétrica.

26-08-16.Projeto Furnas Educ com a ginasta Daiana dos Santos.Foto.Altemar Alcantara.Semcom.155851A ginasta Daiane dos Santos reforçou que é importante transformar as crianças em multiplicadores desse conhecimento. “Eu desejo que as crianças consigam entender de uma forma lúdica como é importante cuidar do planeta e que elas, por mais que sejam pequenas, podem ajudar lembrando o pai e a mãe a desligarem a luz, não usar água demais e não jogar lixo no chão”, disse.

Alan Carlos Pinheiro, 11, é aluno do 5º ano da escola. Ele demorou a acreditar que estava vendo Daiane dos Santos de perto. Apaixonado por esportes, Alan disse que assistiu as Olimpíadas do Rio, viu a ex-ginasta comentando as competições e jamais poderia imaginar que pouco tempo depois estaria próximo dela.

“Eu assisti a Daiane na TV e eu gostei muito do projeto que ela é embaixadora. Eu aprendi muitas coisas aqui. Por exemplo, eu não sabia que gastava tanta energia ficar com a porta da geladeira aberta. A partir de agora eu vou abrir menos”, afirmou.

Já a aluna Ana Beatriz França, 11, afirmou que esse foi o dia mais feliz dela na escola. “Foi demais essa manhã. A Daiane dos Santos estava aqui com a gente e ensinou que não podemos desperdiçar água, não podemos poluir o meio ambiente e temos que ter cuidado com a eletricidade”, disse.

Parceria

26-08-16.Projeto Furnas Educ com a ginasta Daiana dos Santos.Foto.Altemar Alcantara.Semcom.155852A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, participou da atividade, brincou com as crianças, conversou com Daiane e parabenizou a Furnas pela iniciativa. Para ela, ações como essa devem ser frutos de parcerias entre governo, empresas e sociedade.

“Um estado forte não vai nunca acontecer só com o governo fazendo a sua parte. É preciso que a sociedade civil organizada, as empresas, as organizações não governamentais, participem ativamente das mudanças necessárias de mentalidade e de políticas públicas importantes, como é a educação. A gente tem várias empresas hoje atuando nisso e Furnas é uma delas”, declarou.

A Secretaria Municipal e Educação (Semed) também tem uma série de projetos voltados para a educação ambiental, como o “Eu Reciclo”, onde é trabalhado com as crianças o reaproveitamento dos resíduos e, sobretudo na reciclagem de materiais como papéis e papelão.

Furnas Educa

26-08-16-Projeto Furnas Educa.foto.Lton Santos.Semed (3)O Coordenador do Furnas Educa, André Sabino, explicou que o projeto nasceu há três anos, após o Brasil sofrer um apagão de energia elétrica, causado por uma queima de lixo próxima a uma rede transmissão. Ele contou que o Ministro de Minas e Energia à época, demandou que fosse feito algo que alertasse a população sobre o perigo dessas queimadas.

“O projeto tenta alertar a população do perigo de se fazer uma queimada perto de uma rede de transmissão. Ensinamos as crianças a economizarem água, a usarem a energia de forma consciente, e também alertamos sobre o mosquito da dengue. O nosso fio condutor para chegar à população são as crianças do 1º ao 5º ano. Elas serão nossos multiplicadores”, enfatizou.

 

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Lton Santos / Semed e Altemar Alcântara / Semcom

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054