22/11/11 | 12:37
Curso Formação pela Escola

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Divisão de Apoio à Gestão Escolar (DAGE), realizou dia (16) a aula presencial da Formação pela Escola do Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do Governo Federal, no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM).

O curso será realizado via online pelo site www.fnde.formacaopelaescola.com.br e tem o objetivo de capacitar os agentes e parceiros envolvidos com a execução, acompanhamento, avaliação, prestação de contas e controle social dos recursos públicos destinados aos programas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A formação visa qualificar os profissionais de ensino, técnicos e gestores públicos municipais e estaduais, representantes da comunidade escolar e da sociedade organizada.

O curso terá cinco turmas, com 40 alunos entre educadores e pessoas da comunidade em geral, com aulas online pelo site disponibilizado pelo Governo Federal.

Segundo a Coordenadora do Programa Formação pela Escola na Semed, Alcione Deodato de Souza, essa é uma oportunidade para as pessoas que entendam sobre os programas federais que são desenvolvidos na escola, bem como a pessoa comum que em vez de criticar vai saber como é executado.

“Hoje nós estamos precisando de profissionais para entender de toda organização da sua unidade educacional e não apenas em sala de aula e muito mais do que isso. É importante saber como ele pode usar da melhor maneira possível o dinheiro vindo pelo Governo Federal, prestação de contas, enfim tudo relacionado nesse sentido. Essa orientação dos programas federais que a escola usa como fortalecimento na educação”, comentou.

A Secretaria Maria da Conceição Souza Rabelo da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ruth Costa, localizada na Cidade Nova, zona Norte, já participou de outras qualificações semelhantes e acredita que é importante saber em todos os sentidos a verba federal em prol da melhoria da educação.

“Todo aprendizado a mais sempre é bom para nós sabermos todas as informações possíveis de como trabalhar melhor com o programa. Acredito que é de suma importância entender melhor todos os projetos em âmbito federal”, citou Segundo Maria Selma da Silva da Gerência de Análise e Prestação de Contas da Semed, são aproximadamente 300 escolas municipais que tratam com alguns programas federais, tais como: Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Fundeb, entre outros.

“Cada escola tem um valor de acordo com o número de alunos. Depois de recebido esse valor a mesma tem que prestar conta e no departamento se realiza uma análise de todo esse processo. Esse acompanhamento é uma ação que fazemos para saber se tudo está sendo bem aplicado dentro da comunidade escolar”, explicou.