30/08/19 | 15:33
Culto ecumênico encerra a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência

Prefeitura de Manaus realizou nesta sexta-feira, 30/8, um culto ecumênico para encerrar a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, coordenada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). A celebração ocorreu na quadra do Complexo Municipal de Educação Especial (CMEE) André Vidal de Araújo, na avenida Maceió, Parque 10, zona Centro-Sul de Manaus. Participaram da ação pais e alunos da educação especial e representantes religiosos da doutrina espírita, evangélica e católica, que falaram sobre amor, união, tolerância, insistência e sabedoria.

Durante todo o mês de agosto foram realizadas atividades com os alunos da educação especial. A Semed tem mais 1,2 mil alunos com algum tipo de deficiência, matriculados em 45 unidades de ensino.

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, participou da comemoração e destacou o compromisso e missão que o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a equipe da Semed têm com a educação especial. “Uma das missões da Semed na gestão do prefeito Arthur Neto é a inclusão, permanência e a formação dos estudantes, inclusive os da educação especial. Olhando para esses jovens, encerro esta semana com a certeza que precisamos estar cada vez mais dispostos a se incluir, todos nós somos diferentes, temos limitações, só precisamos ter disposição para mergulhar na relação com o outro, isso sim garante a inclusão”, comentou a secretária.

Gabriel de Souza, aluno da Educação de Jovens de Adultos (EJA), da Escola Municipal de Educação Especial (EMEE) André Vidal de Araújo, leu uma mensagem sobre o objetivo da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, que é justamente abrir debates e colocar a sociedade em reflexão no dever da igualdade para inclusão e reafirmar a participação da família, em todos os processos da vida dos filhos.

Durante o culto, a dona de casa Nilda dos Santos, mãe da pequena Manuella Santos, 3, emocionou a todos ao falar do amor e disposição pela filha. “A minha filha tem deficiência sim, mas não a vejo como uma criança incapaz. Ela é ativa, faz muita coisa sozinha, sabe demonstrar o que quer, a dificuldade dela está na fala, fora isso é uma criança igual às outras. Ela participou do Jaavas e desenvolveu muito bem todas as atividades. Para mim, ela é um milagre de Deus na minha vida”, disse emocionada a mãe da Manuella, que tem síndrome de Down.

De acordo com a diretora do CMEE, Reni Formiga, a semana é apenas uma ação nacional, mas que a Semed desenvolve durante todo o ano letivo atividades voltadas para crianças, adolescentes e adultos da educação especial. “Este é mais um momento que celebramos com os nossos alunos e familiares. Nós estamos destacando as potencialidades dessas crianças, foi uma semana de reflexão, que mostrou o potencial de cada um e que é necessário continuar nessa caminhada com todos”, disse.

 

 

— — —

Texto – Érica Marinho / Semed

Fotos – Érica Marinho / Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054