03/09/12 | 14:26
Crianças com deficiência da rede municipal recebem Telecentro

No mês que se comemora a Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla na rede municipal de ensino, a Escola Mul. André Vidal de Araújo ( Parque 10) recebeu nesta quarta-feira, (29), o 122° Telecentro – resultado da parceria estabelecida entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e a Prefeitura de Manaus (PMM).

A solenidade contou, ainda, com a apresentação da turma do EJA “Brasil Brasileiro” e a reinauguração  do laboratório do PROINFO.

Segundo o Subsecretário de Administração e Finanças, Luís Fabian Pereira, o telecentro garante acesso à internet para alunos, familiares e comunitários.

“Hoje estamos inaugurando o 122° Telecentro no total de 219 unidades que serão entregues até o final do ano. Nesses espaços garantiremos cursos de formação tecnológica. Em março, inauguramos o primeiro telecentro e 122 unidades estão funcionando normalmente. O espaço poderá ser utilizado para fins pedagógicos, entretenimento, pesquisas, acesso aos serviços e para a formação dos públicos envolvidos por meio de um calendário de cursos de informática atendendo as prioridades de cada um”, salientou o Subsecretário.

“Receber o telecentro é uma alegria muito grande”, afirmou o gestor da escola, Helivan Dantas. Segundo ele, os alunos estavam ansiosos pelo novo espaço.

“Os alunos estão muito felizes com o telecentro, assim como os familiares que não vão mais ficar ociosos. Aqui realmente acontecerá a inclusão digital, pois muitas mães ficavam esperando seus filhos e não tinham um espaço como esse para aprender e distrair-se. Depois que inaugurar vamos usar e muito”, afirmou o gestor.

De acordo com a Coordenadora do Telecentro, Ana Gláucia, a nova ferramenta ajudará na aprendizagem dos alunos. “Os alunos terão mais contato com o mundo virtual. No caso dos alunos com paralisia cerebral poderão manipular o computador e visualizar o que eles aprenderam em sala de aula. Só o fato de eles mudarem do ambiente da sala de aula para um espaço diferenciado ajudará bastante na percepção e coordenação motora. Todos estão muito felizes”, destacou a coordenadora.

O aluno do EJA (3° segmento/Deficiente Intelectual e Visual), Altemar Araújo da Silva, 21, explicou que o novo espaço permitirá que os alunos façam pesquisas, trabalhos escolares e cursos de capacitação tecnológica.

“O Telecentro é uma ótima ideia. Gosto muito de jogos pedagógicos e esse espaço estará aberto para os alunos desenvolverem suas capacidades”, afirmou a aluna do EJA (3° segmento/Deficiente Intelectual).

A Escola Mul. André Vidal de Araújo atende 460 alunos com deficiência intelectual, autismo, deficiência visual e auditiva, síndrome de down e deficiências múltiplas nas modalidades da Educação Infantil, Ensino Fundamenta (1° ao 5° ano) e Educação de Jovens e Adultos – EJA.