02/10/15 | 17:17
Creche municipal do Riacho Doce realiza miniolimpíadas para estimular crianças da unidade

LS - 02-10-15 - 4ª Miniolimpíadas (3)Para estimular o desenvolvimento motor, cognitivo, afetivo e social das crianças, a Creche Municipal Eliana de Freitas Moraes, no Riacho Doce 3, zona Norte, realizou nesta sexta-feira, 2, a 4ª edição das miniolimpíadas, reunindo os 235 alunos da unidade, na faixa etária de 1 a 5 anos. A ação faz parte do projeto Jogos Motores Infantis e também da abertura da Semana da Criança, com tema “Uma infância pela valorização”.

Os jogos foram acompanhados pelos pais, responsáveis, coordenação pedagógica da creche e educadores. As crianças participaram das atividades, de acordo com a sua faixa etária. Os jogos foram nas modalidades labirinto (com garrafas PET), encache de argolas, corrida de bastões, circuito psicomotor, corrida de estafetas com obstáculos, corrida do canguru e pula carneiro (utilizando pneus).

LS - 02-10-15 - 4ª Miniolimpíadas (4)Segundo a diretora da creche, Lucileni Maria de Lira Mendonça, para ser realizada essa atividade, as crianças foram todas preparadas, até porque, como explicou, os jogos tem um significado na evolução motora dos alunos. “Essa atividade desenvolve o psicomotor de nossas crianças, executada pela professora de Educação Física. Portanto, é feito um treinamento no decorrer do ano com a participação dos pais. Apesar de pequenas, as crianças conseguem fazer as atividades”, garantiu.

A professora de Educação Física da creche, Sally Ataíde, responsável pela miniolimpíadas, destacou a importância do evento para o desenvolvimento das crianças e a oportunidade de interação de forma divertida. “Esse é um projeto que é trabalhado o ano inteiro e já faz parte do plano de ação da própria escola. Nas aulas de Educação Física, as crianças são estimuladas a desenvolver habilidades básicas. É dentro desse contexto que são montadas algumas atividades apresentado neste dia”, disse.

LS - 02-10-15 - 4ª Miniolimpíadas (17)Segundo ela, as ações ajudam a estimular as habilidades motoras das crianças e os pais colaboram. “Tivemos uma boa participação dos pais, coisa que não aconteceu nos anos anteriores. A cada ano o projeto vem ganhando força, com a ajuda da comunidade”, garantiu.

A acadêmica de biologia, Adriana Pereira Padilha, 32, mãe do aluno Manoel Heitor Pereira Padilha, 3, acompanhou de perto toda movimentação dos jogos e aprovou a forma pedagógica que foi direcionada para as crianças. “Esses jogos podem trazer muitos benefícios, porque trata da coordenação motora e do social dos alunos. É um incentivo muito grande que a creche proporciona, contemplando essas crianças com essas atividades. Meu filho já ficou ate independente, ou seja, veste a roupa e calça o sapato sozinho”, disse, lembrando que o filho esta na creche desde aos 11 meses.


Texto: Paulo Rogério
Fotos: Lton Santos

Assessoria de Comunicação
Secretaria Municipal de Educação (Semed)
(92) 3632-2054