24/08/15 | 9:20
Corridas da inclusão reúnem mais de duas mil pessoas na Ponta Negra

IMG_2243As corridas do Abracinho e a Rústica Abrace uma Pessoa com Deficiência reuniram mais de duas mil pessoas, no Complexo Turístico Ponta Negra, zona Oeste, na tarde de sábado, 22. A programação, realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), contou com o apoio de várias instituições e entidades que trabalham com pessoas com deficiências. A ideia foi chamar a atenção para a necessidade de maior inclusão na sociedade.

A entrega das premiações foi feita pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e pela primeira-dama e secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia.
Para o prefeito Arthur, Manaus é considerada uma cidade de corredores, uma vez que possui muitos atletas, triatletas e maratonistas. “E estamos nos tornando uma cidade com corredores com deficiência, seja visual, com paralisia, autismo, entre outras. E isso traz uma sensação de igualdade, de inclusão fantástica. Temos que estar juntos e trabalhando cada vez mais para a inclusão, pois essas pessoas têm muito para dar a cidade e ao país”, destacou.

IMG_2127A secretária da Semmasdh e madrinha da corrida, Goreth Garcia, afirmou que o evento conseguiu chamar a atenção da cidade e fez com que todos descruzassem os braços e fossem prestigiar a corrida. “Trabalhar a inclusão verdadeira na escola e na vida é um papel de todo o cidadão e a prefeitura estimula isso quando faz esse tipo de ação. Fez a corrida do Abracinho mais cedo e agora a corrida com os adultos”, disse.

A coordenadora dos Jogos Adaptados André Vidal (Jaavas), Shirley Amaral, que é idealizadora do projeto, destacou a necessidade de se divulgar as ações promovidas para a inclusão das pessoas com deficiências na sociedade. “Estamos fazendo a corrida do Abracinho justamente para educar as crianças e fazer com que aceitem suas diferenças. E quando convocamos a sociedade, ela está vindo e apoiando essa iniciativa. As escolas também estão participando e isso é muito importante”, comemorou.

IMG_2151Participação

Da III Corrida Rústica participaram mais de mil pessoas. Entre elas, pessoas com paralisia cerebral e visual e cadeirantes em um percurso de 5 km, com premiações que variavam de R$ 100 a R$ 500. Já a corrida do Abracinho foi direcionada para crianças de 1 a 12 anos, que ganharam medalhas após a conclusão das provas.

A dona de casa Vânia da Silva, 29, fez questão de levar a pequena Maria Luiza, 3, que possui paralisia cerebral, para a programação. Para ela, iniciativas como essas ajudam a diminuir o preconceito. “Precisamos de mais eventos como esses para que as pessoas possam mudar seus pensamentos em relação às pessoas com deficiência. A Maria Luiza adorou participar da corrida do Abracinho e, sempre que puder, estarei participando com ela de programações assim”, garantiu.

IMG_2259O vencedor da corrida Rústica na modalidade cadeirante foi o industriário Francisco Barros Pimenta, 43, que já participou, inclusive, da São Silvestre, em São Paulo. “Participo de todas as corridas de Manaus e não poderia deixar de vir a essa. Estou feliz por mais uma vitória”, comemorou, após receber a premiação das mãos do prefeito.

Jaavas

Uma série de atividades e disputas esportivas continuarão ao longo da 4ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas). O evento foi aberto na última sexta-feira, 21, no Parque Municipal do Idoso, e seguirá ao longo desta semana, encerrando no dia 28.

IMG_2288Para o secretário Sildomar Abtibol, da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), a realização do Jaavas é importante por consolidar um trabalho de estímulo à atividade física, que tantos benefícios traz ao ser humano. “O exemplo de superação dado pelas pessoas com deficiências que participam das competições é fundamental para que outras pessoas tomem a iniciativa e também comecem a praticar uma atividade física, que a afastará dos hospitais e unidades de saúde, porque ganharão qualidade de vida”, disse.

IMG_2174Alunos inclusos

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) possui 1.915 alunos com deficiência. Do total, 1.110 estão inclusos em 70% das 506 escolas da rede, tanto no diurno, quanto no noturno. Há ainda 470 matriculados na Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo e também 345 alunos parcialmente incluídos. Esses alunos são de 24 classes especiais, sendo 15 alunos com deficiência por turma.

De acordo com o subsecretário de Finanças da Semed, Luiz Fabian Barbosa, é direito fundamental de qualquer criança ter acesso a educação de qualidade e a educação especial é uma modalidade que se inclui dentre as ações da Semed. “A orientação do prefeito Arthur é trabalhar em prol da inclusão de todas as formas nos termos que determina nossa constituição”, destacou.

Texto: Auriane Carvalho

Foto: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054